Home / Arte / Casa-Museu Ema Klabin promove cursos e palestras com especialistas
Biblioteca da Casa-Museu Ema Klabin reúne livros raros. Foto: Divulgação.

Casa-Museu Ema Klabin promove cursos e palestras com especialistas

Inscrições estão abertas no site

A Fundação Ema Klabin promove uma série de cursos e palestras sobre as diferentes áreas do conhecimento humano.

Quem gosta de fotografia, por exemplo, pode se inscrever em dois cursos incríveis. Um sobre Projeto Fotográfico no Livro, com Inês Bonduki e Wladimir Fontes. Outro sobre Fotografia Documental, com a premiada fotógrafa Dani Sandrini. Nele, o participante irá desenvolver um ensaio sobre o bairro Jardim Europa, tendo como ponto de partida o trabalho de notórios fotógrafos documentais.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Também acontecerão encontros sobre arte, história e literatura. Entre eles, as palestras “Da catástrofe à reconstrução: o incêndio de Londres e o terremoto de Lisboa” e “O Brasil esquecido no olhar de grandes autores: Maxakalis, Guaranis, Tupis, Tupinambás” que coloca o indígena brasileiro como tema central. Haverá, ainda, um encontro com a artista e pesquisadora Anita Ekman sobre performances de pintura corporal.

Este ano, a programação cultural da Casa-Museu Ema Klabin tem como proposta o tema “Outras Narrativas”, trazendo à luz novas narrativas de sujeitos, territórios e culturas que viram negada a sua voz e a sua identidade. Esse tema dá continuidade aos outros abordados pelo museu em 2018 e 2019, “Mulher e seus saberes” e “Identidades paulistanas”.

As inscrições para os cursos e palestras devem ser realizadas no site: emaklabin.org.br

Confira a programação!

Curso: Projeto Fotográfico no Livro – repertório e esboço – Datas: 14/03, 28/03, 11/04, 25/04, 09/05, 30/05, 13/06, 27/06 – Horário: 10h às 13h – Valor: R$ 490,00 – 14 vagas – O curso ministrado pela pesquisadora Inês Bonduki e pelo doutor e mestre em Artes Visuais Wladimir Fontes se propõe a estimular os participantes a desenvolverem uma narrativa visual com imagens próprias ou apropriadas, pensada para o suporte do livro. A parceria entre a Fundação e a Gráfica Ipsis possibilitará a impressão de um boneco de livro com desconto aos participantes. No segundo semestre será oferecido o módulo Projeto Fotográfico no Livro – edição, diagramação e impressão.

Palestra “Da catástrofe à reconstrução: o incêndio de Londres e o terremoto de Lisboa” 14 março – 11h às 13h – gratuito – parceria Unifesp. O encontro ministrado pela doutora em história da arte, Angela Brandão, fala da relação entre o grande incêndio de Londres de 1666 e o terremoto de Lisboa de 1755, duas das maiores catástrofes urbanas na Idade Moderna. Também fala sobre o Tratado de Arquitetura de Giacomo Barozzi da Vignola (um dos mais importantes arquitetos italianos do século XVI). Esta palestra procura refletir sobre a destruição e a reconstrução de cidades e sobre como um livro e seus princípios poderiam ter sido usados para recuperar a ordem e o passado perdidos.

Palestra literatura “O Brasil esquecido no olhar de grandes autores: Maxakalis, Guaranis, Tupis, Tupinambás”, 28 de março – R$ 40,00 – 30 vagas. Ana Beatriz Demarchi Barel ministra o encontro que abordará a obra historiográfica e literária do viajante francês, Ferdinand Denis (1798-1890), que esteve no Brasil entre 1816 e 1819, período conturbado do processo de independência de um país em busca de equilíbrios políticos e identitários. O tema central é o indígena brasileiro, em particular, a tribo dos Maxakalis, e sua representação na obra de ficção de fundo histórico. Por contraste, também será analisado trechos de obras de outros autores indianistas, dentre eles, José de Alencar, Gonçalves Dias, José de Santa Rita Durão e Basílio da Gama.

Palestra: Transatlantic Colors 21 de março, das 11h às 13h, R$ 40,00, 30 vagas. A cor não é apenas algo visual, ela engloba todos os sentidos e os sentidos que damos a elas. A artista e pesquisadora Anita Ekman fala sobre seu projeto Transatlantic Colors que propõe performances de pintura corporal que discutem através da história das cores, as relações entre Europa, África e Américas em diferentes tempos. Azul (produzida a partir do Índigo), Vermelho (Pau-Brasil, Ocre e Urucum) e o Amarelo Ouro. Nessa palestra Anita apresenta pela primeira vez sua pesquisa e a série de fotografias e o vídeo da performance realizadas em setembro de 2019 na Espanha com o senegalês Modou Sall.

Curso Fotografia documental – Histórias de um bairro – construção de um trabalho documental fotográfico no bairro da Casa-Museu – Datas: 15/04, 18/04, 22/4, 29/4,06/5, 13/5, 16/05, 20/5, 27/5, 10/6, 17/6, 24/6 – 10 encontros, às quartas-feiras, das 19h às 21h30 e com 2 encontros aos sábados, das 10h às 12h30 – 14 vagas – R$ 660,00. Propõe-se com este curso discutir as diversas possibilidades de um trabalho documental e desenvolver narrativas fotográficas acerca do bairro Jardim Europa. Tendo como ponto de partida o trabalho de alguns fotógrafos documentais serão discutidas as fases da construção de um trabalho documental. Com o acompanhamento da fotógrafa Dani Sandrini, serão trabalhadas as histórias que cada participante quer contar, passando pela história do bairro, pelos recortes possíveis do tema, o posicionamento do(a) fotógrafo(a) e suas escolhas – tanto objetivas quanto subjetivas – a ética e os limites na profissão do documentarista.

Serviço:
Informações e/ou inscrições pelo site: emaklabin.org.br ou pelo tel: (11) 3897-3232
Local: Fundação Ema Klabin – Endereço: Rua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo
Não há estacionamento no local

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*