Home / Arte / Cem anos depois, modernistas estão de volta em leilão de arte
Anita Malfatti, Retábulo óleo sobre madeira. Foto: Divulgação.
Anita Malfatti, Retábulo óleo sobre madeira. Foto: Divulgação.

Cem anos depois, modernistas estão de volta em leilão de arte

Importantes quadros de artistas que participaram da Semana de Arte Moderna de 22 estarão à venda

O leilão Acervos do Barão de Campo Místico, pinacotecas Fumagalli e Paulo Bomfim, dentre outros comitentes, promovido pelo VM Escritório de Arte, será realizado, de modo exclusivamente virtual, em 7, 8 e 9 de junho, às 20 horas, assim como a exposição, já aberta, que permanecerá até o dia 6. Para conhecer os quadros e peças e participação do pregão, basta acessar o site. O leiloeiro é Jonas Rosa Pereira (Jucesp 1060).





Os acervos, revela Márcio Molfi, proprietário do VM, são compostos por itens que fizeram parte da vida afetiva das famílias que os compuseram. O pregão será expressivo na oferta de pinturas, gravuras e desenhos que integram suas coleções.

“Neste ano em que comemoramos o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, ocorrida em São Paulo, oferecemos obras de artistas modernistas como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Emiliano Di Cavalcanti e Quirino da Silva, além de Samson Flexor, Djanira da Motta e Silva, Francisco Rebolo, Clóvis Graciano, Mario Zanini, Fulvio Pennacchi, Aldemir Martins, Antônio Hélio Cabral, Walter Lewy, Hector Carybé, Odetto Guersoni e Reynaldo Fonseca”, revela Molfi.

Alguns destaques das pinacotecas citadas: Retábulo, de Anita Malfatti, exposto na mostra “É Sacro. É Moderno”, no Museu de Arte Sacra de São Paulo; estudo de Samson Flexor para a Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro; e o quadro Grupo de Mulheres, de Zanini, referenciado no livro “Mario Zanini e o seu Tempo”, de Alice Brill.

O leilão também terá objetos decorativos, pratarias, tapetes orientais, imagens sacras, esculturas, porcelanas, cristais, vidros artísticos e memorabilia, ressaltando um poema do escritor português António Botto, em manuscrito original inédito de 1947, intitulado Amor, decorado com um desenho a nanquim, pertencente ao poeta Paulo Bomfim (1926 – 2019).

“Também chamamos atenção para a qualidade do acervo do Barão de Campo Místico (Antônio Teixeira Diniz – 1836 – 1918), com destaque para o mobiliário brasileiro dos períodos colonial e regencial, além de porcelanas pertencentes a alguns titulares do império, com destaque para as que foram do presidente da então província de São Paulo, Antonio Dino da Costa Bueno (1854 – 1931)”, ressalta Molfi. Há, ainda, três quadros da Escola de Potosí, em motivos sacros, do século XVIII.

A retirada dos lotes arrematados deverá ser solicitada previamente pelo e-mail ou telefones (11) 99134-4663 / (11) 93943-8664.

ATENÇÃO: Os especialistas do VM Escritório estão disponíveis para conceder entrevistas sobre o mercado de arte. Caso tenha interesse, por favor, entre em contato.

Serviço – Leilão virtual com obras de artistas da Semana de Arte Moderna

Tipo de evento: Leilão virtual

Data de exposição virtual: Até dia 6 de junho.

Datas para lances: 7, 8 e 9 de junho.

Hora do leilão: 20h.

Site: VM Escritório de Arte

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*