Qual a diferença entre arquiteto, designer de interiores e engenheiro civil?

O papel do engenheiro, do arquiteto e do designer de interiores te confunde? Venha conosco e conheça os detalhes de cada uma dessas profissões.

Ao pensarmos na construção, reforma ou decoração de um imóvel, ficamos com diversas dúvidas sobre quem é o responsável por isso. Devo chamar um arquiteto? Essa é a função do engenheiro civil? O que faz um designer de interiores?

Anúncio

É comum ter essa confusão, pois, apesar de desempenharem tarefas diferentes, estes profissionais trabalham de forma complementar. Ainda mais se pensarmos em um lar, que precisa ser bem projetado para o melhor aproveitamento possível de seus moradores.

Nesse texto iremos conhecer qual a diferença entre arquitetura, design de interiores e engenharia civil. Vamos conferir a tarefa de cada profissional, sua formação e salário médio.

O que faz um arquiteto?

Iremos começar pelo arquiteto por um motivo bem específico: ele costuma estar no “meio” entre o engenheiro e o designer. As principais confusões são feitas sobre qual a diferença entre arquitetura e engenharia civil e entre designer de interiores.

O arquiteto projeta e organiza os espaços, devendo trabalhar de acordo com as normas, o conforto, a composição e a funcionalidade do recinto. Ele pode e deve cuidar também da supervisão e da execução de uma obra arquitetônica, tendo uma certeza maior que o resultado sairá como o esperado.

O trabalho do arquiteto está principalmente em desenhar lugares, seja moradias, comércios ou ambientes abertos e recreativos. Ele é formado para imaginar estes espaços, devendo compreender a construção tanto no seu aspecto material quanto na sua idealização.

Quais são as tarefas de um arquiteto?

Dentro de projetar um local, indo desde o desenho até a construção, o arquiteto pode contar com muitas tarefas. Essa diversidade de funções vai depender da proposta, tanto do profissional quanto do projeto.

Além de desempenhar papéis ligados a um projeto, o arquiteto tem outras opções, como dar aulas e consultorias. Veja a seguir uma lista com algumas das principais tarefas:

  1. Prestar assistência técnica, assessoria e consultoria;
  2. Realizar coleta de dados, estudo, planejamento, projeto e especificação;
  3. Fazer desenvolvimento, análise, experimentação, ensaio, padronização, mensuração e controle de qualidade;
  4. Dirigir obras e serviços técnicos;
  5. Elaborar orçamentos;
  6. Desenvolver estudos de viabilidade técnica e ambiental;
  7. Executar, fiscalizar e conduzir obra, instalação e serviço técnico.
  8. Produzir e divulgar técnica especializada;
  9. Atuar com treinamento, ensino, pesquisa e extensão universitária;
  10. Realizar vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria e arbitragem.

Como se tornar um arquiteto e qual seu salário?

No Brasil, e na maioria dos países do mundo, para trabalhar com a arquitetura é preciso se graduar na área. O curso de Arquitetura e Urbanismo dura, em média, 5 anos.

A graduação é no formato de bacharelado, ou seja, exige uma pós-graduação de quem pretende dar aula. Ela é ofertada em qualquer turno, tanto no modelo presencial, quanto no EaD.

O arquiteto conta com uma boa média salarial, que corresponde ao tamanho das responsabilidades que ele tem em serviço. Veja alguns números retirados dos principais sites de emprego do país:

  • R$ 5.516,00, indicado pelo site Salário;
  • R$ 4.060,00, com os dados da Glassdoor;
  • R$ 4.420,00, segundo o Contabilizei.

E o engenheiro civil, o que faz?

O engenheiro civil também trabalha com o projeto de edificações, mas é aqui que diferenciamos os dois profissionais: enquanto o arquiteto está mais voltado para um conceito e o desenho do local, o engenheiro se baseia na estrutura, nas características e materiais do empreendimento. Seu trabalho sai da esfera criativa e tem uma responsabilidade mais técnica.

Como é formado em um curso de exatas, o engenheiro tem a capacidade de avaliar diversas características físicas e químicas que influenciam uma obra. Ele atua de acordo com temperatura, relevo, solo, composição dos materiais, etc.

Em quais áreas o engenheiro pode atuar?

O engenheiro civil tem um escopo de atuação ainda maior que o arquiteto. Além de poder trabalhar em diversos tipos de obra, ele pode assumir papéis diferentes que mudam em decorrência da natureza de cada uma.

Receba Dicas de Decoração em nosso grupo no Whatsapp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

Veja agora algumas áreas que o engenheiro civil pode se especializar:

  1. Ambiental
  2. Cálculo estrutural
  3. Estradas e transporte
  4. Geotecnia
  5. Materiais de Construção
  6. Saneamento
  7. Serviço público

O que fazer para ser um engenheiro civil e qual o salário?

Não tem outra saída, é obrigatório realizar o curso de Engenharia Civil para trabalhar aqui. A graduação também é um bacharelado, com média de 5 anos de duração.

Inscreva-se para receber as Novidades de Decoração primeiro!

O curso apresenta, inicialmente, um ciclo básico comum para todas as engenharias, para depois entrar nas disciplinas específicas da civil. Pode ser realizado de forma presencial ou a distância.

A engenharia conta uma remuneração interessante. Se você investir numa formação de qualidade e em boas experiências, o retorno financeiro estará garantido. Veja agora algumas médias:

  • R$ 6.500,00, de acordo com a Glassdoor;
  • R$ 5.815,00, indicado pelo site Vagas;
  • R$ 7.377,34, na página Salário.

Por fim, o que faz um designer de interiores?

Para finalizar nosso texto, temos o designer de interiores, o profissional habilitado para planejar ambientes internos. Seu trabalho irá se desenvolver pensando em estética, segurança, acessibilidade, conforto e saúde de quem tem acesso aos ambientes projetados.

Mas qual a diferença entre arquitetura e design de interiores? É, principalmente, a extensão da atuação. Os designers focam nos espaços internos, principalmente em cores, mobília e elementos decorativos, enquanto os arquitetos possuem uma abertura maior para trabalhar.

Onde ele atua?

As tarefas possíveis para o designer são bem parecidas com algumas do arquiteto, com a diferença que são realizadas para ambiente internos. Veja a seguir alguns exemplos:

  1. estudo, planejamento e projeto de ambientes internos, de acordo com as necessidades do cliente;
  2. criação, desenho e design de mobília e outros objetos decorativos e de ambientação;
  3. escolha e indicação de cores, revestimentos e acabamentos que serão usados no projeto;
  4. prestação de consultoria técnica em Design de Interiores.

Qual a formação do designer de interiores e sua remuneração?

Uma grande diferença para as outras profissões: para ser designer de interiores não é necessário se formar em um curso específico! O indicado é cursar Arquitetura e Urbanismo ou um Tecnólogo em Design de Interiores. A vantagem do tecnólogo é sua duração, que vai de 2 a 3 anos.

Aqui, o salário é um pouco mais baixo, afinal, a formação é flexível e as atuações são reduzidas. Veja agora alguns números interessantes:

  • R$ 2.574,00, segundo o site Vagas;
  • R$ 2.291,00, sinalizado pela Glassdoor;
  • R$ 2.360,80, de acordo com o site Salário.

Texto produzido pela equipe do Responde Aí, onde você pode encontrar livros e exercícios resolvidos de exatas com a melhor didática.

Relacionados:

Deixe um comentário

×