Home / Arte / Estilo industrial na cozinha: como aplicar o conceito na decoração

Estilo industrial na cozinha: como aplicar o conceito na decoração

Conheça 5 pontos fundamentais para que o seu espaço tenha o charme da elegância contemporânea

A nova tendência de decoração no estilo industrial alcançou um dos ambientes mais importantes das casas brasileiras. A cozinha, além de representar um espaço de conexão e encontro entre os moradores, tem um papel significativo nos projetos de decoração. Não por acaso, existem no mercado diversas opções em estilo e eficiência para a mobília, aparelhos eletrodomésticos e demais itens decorativos.




Para atender a demanda contemporânea, os profissionais investem em designs funcionais e personalizados. Os projetos se baseiam em elementos clássicos, como cimento queimado, paredes revestidas com tijolinhos e estrutura elétrica e hidráulica aparente. Isso demonstra que, apesar de ter migrado das fábricas para as residências em 1970, o estilo sustenta a sua modernidade.

Conceito moderno

É certo que cada tempo possui marcas próprias que se manifestam através da moda, designs, decoração e arquitetura. Na década de 2010, por exemplo, as casas eram decoradas de maneira totalmente oposta à máxima “menos é mais”, apresentada pelo industrial. Na contemporaneidade, o excesso de cores e texturas abre espaço para a sobriedade.

Como resultado dessa mudança, o layout industrial nas cozinhas causa uma impressão mais profissional, pois a harmonia dos elementos transparece limpeza e cuidado. A objetividade na decoração possibilita até mesmo que amadores possam se aventurar na hora de tornar a sua casa mais moderna e sofisticada ao seguir os 5 pontos fundamentais desse estilo.




1 – Móveis de madeira com acabamento em inox

As prateleiras e mesas de madeira também se incorporam ao estilo industrial. Sua aplicação propõe um visual mais rústico, valorizando os veios de cada peça. O acabamento com inox em tons escuros apresenta o contraste ideal para o ambiente. 

2 – Utensílios à mostra

Devido ao apelo à funcionalidade, pendurar espátulas, conchas, facas e demais utensílios culinários na parede atende as necessidades de tornar a cozinha mais moderna e facilitar o preparo de alimentos. Quando se dispõe de um conjunto de panelas primoroso, vale a pena, inclusive, avaliar uma maneira de deixá-lo exposto.

3 – Escolha do revestimento

Ainda que dentro do estilo industrial as opções de revestimentos sejam diversas, o mais recomendado é optar por apenas uma. A combinação de mais de um tipo pode comprometer a característica rústica e moderna. Tijolinhos brancos e revestimentos em formatos geométricos e cores sóbrias são verdadeiros curingas na hora de decorar.

4 – Novos eletrodomésticos

O design dos novos equipamentos de cozinha acompanha as tendências mundiais. Ao deixarem o gélido branco para o preto e o inox, os eletrodomésticos passaram a ter a função extra de item decorativo. Portanto, a escolha de novos aparelhos como fogão, geladeira e micro-ondas considera a compatibilidade com o ambiente.



5 – Luminárias e pendentes

Por último, mas não menos importante, a iluminação da cozinha aparece como o toque especial da decoração. Pendentes que deixam expostas as fiações, luminárias com cúpulas metálicas ou em trilho são adaptações charmosas do visual fabril para o cotidiano residencial.

Receba Dicas de Decoração em nosso grupo de Whatsapp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

Inscreva-se para receber as Novidades de Decoração primeiro!

Essas são as características mais conhecidas e relacionadas com o estilo industrial. Mas, por se tratar de uma decoração contemporânea, vale a pena acompanhar as atualizações e novidades desse modelo.

Texto elaborado pela equipe da Conversion +.

Relacionados:

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*