Home / Arte / Exposição “Dicotomia: Luxo x Lixo” encerra a temporada da Galeria Virtual do Sesc/RS
Obra de Simone Rosa. Foto: Divulgação.
Obra de Simone Rosa. Foto: Divulgação.

Exposição “Dicotomia: Luxo x Lixo” encerra a temporada da Galeria Virtual do Sesc/RS

Obras são assinadas pela artista visual Simone Rosa, de Santa Maria

Com uma reflexão sobre os problemas ambientais e as consequências de um consumo desenfreado, a Galeria Virtual do Sesc/RS encerra a temporada com a exposição “Dicotomia: Luxo x Lixo”, da artista Simone Rosa, de Santa Maria. A mostra on-line, que é composta por 18 pinturas realizadas de 2018 a 2020, possui audiodescrição e pode ser visitada gratuitamente no site www.sesc-rs.com.br/galeriavirtual. Também estão disponíveis no espaço outras oito exposições de artistas gaúchos, além de materiais complementares como podcasts, vídeos e exercícios de mediação.





Nas obras, o luxo é representado pelos tecidos drapeados e o lixo pelos retalhos de tecidos descartados. Esses dois pontos dicotômicos interagem quando as costuras das telas, feita com recortes, interferem na representação dos tecidos, desconstruindo a realidade por meio da transparência e gerando composições insólitas. As últimas possuem a interferência de revoadas de beija-flores, representando a busca dos sentimentos de amor puro, cura, sorte, renascimento, suavidade, alegria, entusiasmo, graça, delicadeza, harmonia, verdade e força, que são necessários nesta fase em que a humanidade está vivendo.

Natural de Santa Maria, Simone Rosa iniciou sua carreira em 1987, com as primeiras premiações em salões, seguidas de exposições coletivas e individuais, antes de concluir a graduação em Artes Plásticas pela UFSM em 1989. Lecionou em cursos de Design e Arte de 1999 a 2017, possui mestrados em Engenharia de Produção e Arte Contemporânea, ambos pela UFSM. Atualmente, cursa doutorado em Design & Tecnologia pela UFRGS e dedica-se à pintura.

A produção artística de Simone possui várias reflexões, permeando diferentes temáticas recorrentes que se entrelaçam em seu percurso poético e estão presentes em elementos como cenários insólitos, mobiliário antigo, arquitetura antiga, tecidos estampados, nus femininos, máscaras, mandalas, beija-flores e anjos. A desconstrução, baseada na sobreposição e na liberdade de criar, é o caminho para a construção de sua poesia visual, que encontrou suporte nos vídeos (instalações), nas gravuras digitais, nos desenhos e principalmente nas pinturas, que inicialmente eram em telas convencionais e aos poucos passaram para suportes construídos e/ou reutilizados, carregados de preocupação com o meio ambiente.

A Galeria Virtual do Sesc/RS, que tem como objetivo potencializar a relação das artes visuais com diferentes públicos e valorizar os artistas gaúchos, apresentou uma exposição diferente por mês, entre abril e dezembro. Com abordagens e técnicas diversificadas, cada artista mostra parte de seu acervo, compondo uma exposição com audiodescrição e encontros virtuais durante o ano. Como uma galeria física, o espaço virtual contém diversas salas com exposições que ficarão disponíveis para acesso a qualquer momento.

Mesmo em meio à pandemia, o Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac segue próximo da comunidade e das empresas gaúchas. “Seguindo as recomendações das autoridades e mantendo os cuidados com a saúde de todos, os serviços continuam sendo entregues e estão fazendo a diferença na vida de milhares de pessoas e de empresas do comércio de bens, serviços e turismo. Desde 2020 disponibilizamos nosso apoio também de forma virtual para continuarmos próximos dos gaúchos”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac, Luiz Carlos Bohn. O dirigente lembra ainda que o portal www.pertodevc.com.br segue com programação on-line e gratuita em variadas áreas como: empreendedorismo, educação, esporte, saúde, cultura, lazer e ação social.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*