Home / Arte / Galeria Zerø exibe Coletiva com trabalhos de Conceitos Diversos
Obra de Francisco Rosa. Foto: Divulgação.

Galeria Zerø exibe Coletiva com trabalhos de Conceitos Diversos

“Paradoxo Coletivo” apresenta trabalhos de Carlos Borsa, Francisco Rosa, Loro Verz e Luiz Pasqualini, os quais desafiam a opinião consabida e a falta de nexo, através do paradoxo

A Galeria ZERØ inaugura “Paradoxo Coletivo”, com trabalhos de Carlos Borsa, Francisco Rosa, Loro Verz e Luiz Pasqualini, sob direção de Pedro Paulo Afonso. A mostra é composta por 21 obras – pinturas, street art, esculturas -, em um conceito que pretende reunir artistas com proposições distintas, os quais desafiam a opinião consabida e a falta de nexo, contrariando, através do paradoxo, os preceitos básicos e gerais que orientam o pensamento humano.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Nesta nova coletiva da Galeria ZERØ, Carlos Borsa exibe a série “#mitodacaverna”, cujo objetivo propõe discutir as relações humanas com a tecnologia, utilizando o conceito de Platão que aponta a ignorância dos seres e o que é necessário para atingir o verdadeiro “mundo real”, baseado na razão acima dos sentidos.

Em “Sala de Troféus”, Francisco Rosa sugestiona as relações empáticas e simbióticas entre os animais humanos e não humanos, apresentando esculturas antropomórficas, em metal, que questionam as relações predatórias dos homens com os animais.

Loro Verz apresenta “Bodas de Loro”, série que aborda o caos harmônio, em obras produzidas sobre madeira recortada, técnica que comemora bodas de 20 anos, contendo sua visão original e bem-humorada da simultaneidade dos sistemas complexos contemporâneos.

Por fim, Luiz Pasqualini expõe “A roupa nova do rei”, uma crítica sobre as relações artísticas praticadas no mercado atual, o qual dita o que pode ser ou não considerado como arte, utilizando a fábula de um soberano, enganado em um golpe de um charlatão, que diz ter lhe vendido roupas que só os inteligentes poderiam ver.

Exposição: “Paradoxo Coletivo
Artistas: Carlos Borsa, Francisco Rosa, Loro Verz e Luiz Pasqualini
Direção: Pedro Paulo Coelho Afonso
Abertura: 01 de abri de 2019, segunda-feira, às 19h
Período: 02 de abril a 04 de maio de 2019
Local: Galeria ZERØ
Endereço: Rua Simpatia, 23 – Vila Madalena – São Paulo/SP
Horários: Segunda-feira a sábado, das 11 às 20h
Número de obras: 21
Técnicas: pintura, escultura em metal, street art
Dimensões: diversas
Preços: Sob consulta

.

Assessoria de imprensa – Galeria ZERØ – Balady Comunicação
Silvia Balady –
silvia@balady.com.br | Zeca Florentino – zeca@balady.com.br
Tel.: 11 3814-3382

Galeria ZERØ

A Galeria ZERØ surge com o propósito de se consolidar no circuito cultural paulistano como um local onde a arte seja vista e sentida como algo que faz parte da vida cotidiana das pessoas, principalmente pelo fato de não se habitar em um ambiente isolado de paredes brancas, e sim numa cidade onde diversas cores e nuances predominam em concomitância com as obras de arte. Pedro Paulo Afonso, economista, atua no mercado financeiro na área de investimentos há mais de 10 anos, trabalhando para grandes instituições como Santander Asset Management, Nest Investimentos, Fidúcia Asset Management e Mirae Asset Wealth Management CCTVM. Colecionador de arte já há alguns anos, encontrou uma forma de apoiar tanto novos como consagrados artistas criando um espaço para a promoção e o desenvolvimento da arte contemporânea, podendo assim se dedicar a seu hobby e profissionalizá-lo. Uma das metas principais da Galeria ZERØ é o de levar os artistas nacionais, por ela representados, para diversos locais da cidade e do mundo, podendo assim expor e promover a uma ampla gama de artistas vivos brasileiros.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*