Home / Arte / Michel França – “Arte, oxigênio da vida”, por Edmundo Cavalcanti

Michel França – “Arte, oxigênio da vida”, por Edmundo Cavalcanti

Edmundo Cavalcanti é Artista Plástico, Colunista de Arte e Poeta.

Edmundo Cavalcanti é Artista Plástico, Colunista de Arte e Poeta.

1- Onde você nasceu? E qual sua formação acadêmica?

Nasci em 02 de Fevereiro de 1974 no Rio de Janeiro. Sou literalmente autodidata.

Estudei no Liceu de Artes e Ofício, e na Sociedade brasileira de Belas Artes, e na UFRJ (Belas Artes).

2- Como e quando se dá o seu primeiro contato com as Artes?

Comecei a minha paixão por desenhos, aos meus dois anos de idade. Isto com o incentivo de meus pais. Aos 12 anos minha mãe me deu de presente um kit de pintura, composto de uma tela com bisnaguinhas de tinta óleo e um pincel. Este foi o melhor presente que havia ganho!

3- Como surgiu ou você descobriu este dom?

Nunca descobri! Apenas pinto desde cedo e nunca parei!

Michel França é Artista Plástico.

Michel França é Artista Plástico.

4- Quais são suas principais influências?

Minhas principais influências são exatamente todos os artistas do mundo e de todas as épocas. Sempre admirei todos os estilos, gêneros e técnicas…

Sei respeitar a cada artista no seu magnífico caminho.

5- Quais os materiais que você utiliza em suas obras?

Telas e tintas óleo e acrílica. Retalhos de diversos tecidos, linhas ou barbante. Pincéis e canetas bico de pena.

6- Como é o seu processo criativo em si? O que te inspira?

Trabalho em função aos retalhos. E são exatamente os retalhos que me inspiram!

7- Quando você começou efetivamente a produzir ou criar suas obras?

Comecei efetivamente produzir minhas primeiras obras aos 12 anos de idade.

Normalmente minhas obras eram vendidas ou leiloadas.

Minhas obras eram acadêmicas e logo, me surpreendi por estar pintando o surrealismo sem perceber!

Hoje, pinto o abstrato contemporâneo como linguagem, para expressar o sentimento de todos que passam por mim.

8- A arte é uma produção intelectual primorosa, onde as emoções estão inseridas no contexto da criação, porém na historia da arte, vemos que muitos artistas são derivados de outros, seguindo técnicas e movimentos artísticos através do tempo, você possui algum modelo ou influência de algum artista? Quem seria?

Já pintei muitas obras sob influências de outros artistas, o maior deles foi o Sérgio Martinolli, Volpi e outros. Porém hoje, eu pinto sob influência de meu próprio instinto e caráter.

Algo que sai de minha própria alma!

9- O que a arte representa para você? Se você fosse resumir em poucas palavras o significado das Artes na sua vida…

A arte é o que respiro… meu fôlego de vida! Arte é Vida!

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

10- Quais as técnicas que você usa para expressar suas ideias, sentimentos e percepção a cerca do mundo? (Se é através da pintura, escultura, desenho, colagem, fotografia… ou usa várias técnicas no sentido de fazer um mix de formas diferentes de arte)

Com todas as técnicas, eu apresento os meus retalhos para expressar.

11- Todo artista tem seu mentor, aquela pessoa a quem você se espelhou que te incentivou e te inspirou a seguir essa carreira, indo adiante e levando seus sonhos a outros patamares de expressão, quem é essa pessoa e como ela te introduziu no mundo das artes?

Minha irmã mais velha! Trabalhou em uma das galerias de artes mais famosas do Rio de Janeiro. Ela foi o meu esteio! A pessoa quem mais me ofertou críticas construtivas e muita sensibilidade artística.

12- Você tem outra atividade além da arte? Você ministra aulas, palestras etc.?

Sim, dou aula e palestras. Trabalhei por 4 anos dando aula para crianças carentes em uma Instituição.

Atualmente trabalho como Ilustrador de livros infantis e sou Rodoviário de uma Empresa de ônibus na Cidade de Maricá.

13- Suas principais exposições nacionais e internacionais e suas premiações? (Mencione as 5 mais recentes)

Já não participo de exposições há mais de 20 anos. Passei por um longo e profundo período de depressão em minha vida.

14- Seus planos para o futuro?

Conseguir abrir um espaço para um belíssimo ateliê, onde eu possa dar aula de pintura para uma classe de terceira idade.

15- Em sua opinião qual é o futuro da arte brasileira e dos seus artistas? (no contexto geral) e porque tantos artistas estão dando preferência em mostrar seus trabalhos em exposições internacionais apesar dos altos custos?

Em relação ao futuro dos artistas brasileiros, não costumo dar muita ênfase. O mundo gira e da muitas voltas!

A vida tem muitas surpresas e obstáculos… não posso dizer que todos vão chegar a seus objetivos, mas, posso afirmar que uma pequena parte contemple a sua glória.

Existem tantas regras, e isto nos tornam enfadante demais. Portanto o mais importante de tudo, é nós artistas brasileiros, pintarmos sem criarmos espectativas. Mas sim, apenas trabalharmos porque amamos a arte.

Redes Sociais:

Facebook: www.facebook.com/arti.franca

Instagram:@francaartes

.

….

.

1- Onde você nasceu? E qual sua formação acadêmica? Nasci em 02 de Fevereiro de 1974 no Rio de Janeiro. Sou literalmente autodidata. Estudei no Liceu de Artes e Ofício, e na Sociedade brasileira de Belas Artes, e na UFRJ (Belas Artes). 2- Como e quando se dá o seu primeiro contato com as Artes? Comecei a minha paixão por desenhos, aos meus dois anos de idade. Isto com o incentivo de meus pais. Aos 12 anos minha mãe me deu de presente um kit de…

Revisão Geral

Excelente!!

Sumário : Avalie a entrevista! Agradecemos sua participação!!

Avaliação do Usuário: 4.6 ( 2 votos)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*