Home / Arte / Poetas Vivos apresentam o último episódio do projeto ‘Formando Multiplicadores de Cidadania’ no dia 31/07
Natalia media a mesa que conta com Aduké, Erick Flores e Thiago Pirajira. Foto: Desirée Moenning.
Natalia media a mesa que conta com Aduké, Erick Flores e Thiago Pirajira. Foto: Desirée Moenning.

Poetas Vivos apresentam o último episódio do projeto ‘Formando Multiplicadores de Cidadania’ no dia 31/07

Convidados/as debatem sobre o tema ‘Autoestima – afrontando o racismo e buscando novas possibilidades de ser’ na quarta mesa virtual do projeto

Qual é o papel da escola na formação da autoestima dos alunos? De que forma a escola pode quebrar padrões estéticos e fomentar a individualidade e criatividade de seus alunos e professores? Como a escola pode fomentar a autoestima e valorizar a diversidade de fenótipos existentes no âmbito escolar? A fim de responder a estas indagações, que acometem educadores na contemporaneidade, a Iniciativa Cultural Poetas Vivos promove o debate virtual “Autoestima – afrontando o racismo e buscando novas possibilidades de ser”, no próximo dia 31 de julho, sábado, às 15h. A transmissão é pelo canal do Youtube do coletivo Poetas Vivos (confira o “Serviço”).





O episódio é o último de uma série de quatro seminários, que integram o projeto Poetas Vivos – Formando Multiplicadores de Cidadania que tem por objetivo tratar de temas comportamentais emergentes na sociedade, dentro de âmbitos escolares. Para abordar esta pauta, participam o ator, produtor e diretor teatral Thiago Pirajira; o ator e arte-educador Erick Flores e a produtora de moda e figurinista Aduké, que também são a atração artística, ao final do debate. A mediação é de Natalia Pagot.

O projeto Poetas Vivos – Formando Multiplicadores de Cidadania compreende seminários em formato de mesa de debates e apresentações artísticas. Com duração de 12 horas, o projeto é dividido em quatro episódios de três horas. A formação é voltada a educadores sociais, agentes culturais e professores de escolas da rede pública de ensino, com o objetivo de debater pautas como racismo, saúde mental, afeto e autoestima, dentro de âmbitos escolares. A proposta é assinada pela Iniciativa Cultural Poetas Vivos e é coordenada por Felipe Deds, Natália Pagot e Mariana Marmontel, integrantes do coletivo.

Sobre os/a palestrantes:

Erick Flores Pimentel é arte-educador e artista cênico. Formou-se pelo Laboratório Escola de Arte Popular e Casa de Teatro de Porto Alegre. Investiga a arte como ferramenta de mudança social, por isso compartilha seus saberes no Morro Santana, em Porto Alegre, onde atua como arte-educador a partir do empoderamento de crianças periféricas. Integra o elenco do espetáculo “Malone Morre” do Levanta FavelA, que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Açorianos de Teatro 2019 na categoria Melhor Ator Coadjuvante. Em 2020, foi um dos curadores do Porto Alegre em Cena, Festival Internacional de Artes Cênicas.

Mariele Cruz (Aduké) é uma artista de 23 anos e trabalha no meio artístico como produtora de moda e figurinista. Estudante de Design de Moda, seu trabalho é voltado para artistas, com o intuito de ajudá-los a se expressarem por meio das roupas.

Thiago Pirajira é ator, performer, diretor, produtor e professor de teatro. Bacharel em Teatro, Mestre em Educação e doutorando em Artes Cênicas (Ufrgs). É diretor artístico do grupo Pretagô, ator e produtor do grupo Usina do Trabalho do Ator e um dos artistas fundadores do coletivo teatral carnavalesco Bloco da Laje.

Sobre o projeto:

Poetas Vivos – Formando Multiplicadores de Cidadania teve como objetivo central a inclusão da arte na educação, pautando questões raciais, de gênero e de desigualdades presentes no ambiente escolar. A formação busca aliar a arte de rua, como o Slam e o Hip Hop, a debates referente ao racismo, questões de gênero e LGBTfobia, saúde mental, autoestima e relações interpessoais na escola. Os participantes recebem certificação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por meio de uma parceria via projeto de extensão realizado com o Grupo de Pesquisa em Socialização, Estratificação e Trajetórias Juvenis e Educacionais (GESET).

A grade artística e técnica reuniu profissionais de diversas áreas, como saúde, psicologia, educação, moda, teatro, entre outras. Todos os episódios estão disponíveis no canal do Youtube do coletivo Poetas Vivos. O projeto foi viabilizado por meio do Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura em Parceria com a Fundação Marcopolo, com recursos oriundos da Lei nº 14.017/2020, a Lei Aldir Blanc.

Sobre a Iniciativa Cultural Poetas Vivos:

Poetas Vivos é uma iniciativa afrocentrada que fomenta a arte e a educação negra e periférica. O coletivo foi criado em 2018 por jovens artistas negros de Porto Alegre e que atua diretamente em escolas, universidades, espaços comunitários e públicos, desenvolvendo oficinas, palestras, batalhas de poesia e freestyle, abordando a ERER, o racismo, a desigualdade econômica, social e ambiental, fomentando a implementação das Leis nº 10.639/03 e nº 11.645/08, que obrigam o ensino da História e Cultura Afro-brasileira, Africana e Indígena em todo o âmbito escolar. Ao longo dos dois anos de existência, a iniciativa cultural já esteve presente nos mais importantes eventos e campeonatos de poesia falada no Estado e no Brasil.

Acesse e curta:

Instagram: www.instagram.com/poetasvivxs

Facebook: www.facebook.com/PoetasVivxs

Youtube: www.youtube.com/poetasvivos

Twitter: www.twitter.com/poetasvivxs

SERVIÇO:
O Quê: “Poetas Vivos – Formando Multiplicadores de Cidadania”. Apresentação da Mesa “Autoestima – afrontando o racismo e buscando novas possibilidades de ser”. Participam Aduké, Thiago Pirajara e Eric Flores, que também performam ao final do debate. Mediação de Natalia Pagot.
Quando: Dia 31 de julho de 2021, sábado, às 15h.
Onde: www.youtube.com/channel/UCPpJbhWndfG55PlKk8wo04Q

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*