Home / Arte / Round Table: estátua móvel de Choe U-ram ganha atenção nas redes sociais

Round Table: estátua móvel de Choe U-ram ganha atenção nas redes sociais

A escultura cinética apresenta uma narrativa provocativa e instigante, sendo um sucesso no formato de vídeos curtos

Se você tem passado tempo no Instagram Reels ou na for you page do TikTok tem grande chance de já ter se deparado com a obra Round Table do artista coreano Choe U-Ram.




Construída a partir de uma incrível combinação de arte cinética e tecnologia, a escultura mecânica desperta interesse imediato e provoca o questionamento quanto a dinâmicas sociais.

Exposta no Museu Nacional de Arte Moderna e Contemporânea da Coreia, Round Table faz parte da exposição MMCA Hyundai Motor Series 2022. A escultura é composta por uma gigantesca mesa redonda suportada por 18 estátuas de palha sem cabeça. Na mesa, corre livremente uma esfera de palha que representa uma das 18 cabeças ausentes e acima sobrevoam 3 passaros negros.

A escultura se move de forma que a inclinação da mesa muda constantemente, impedindo que a esfera caia para fora. Sempre que a esfera está próxima de cair, as estátuas na sua direção se levantam, mudando a inclinação e forçando a trajetória da esfera na direção oposta.




Segundo o autor, a obra tem significado aberto à interpretação, mas é difícil não reconhecer pelo menos uma narrativa comum. Para o observador, às 18 estátuas parecem competir entre si, tentando incessantemente tomar para si a cabeça que não possuem. Quando a estátua está próxima, uma ou mais estátuas se levantam para tentar tomá-la, mas a esfera rola imediatamente para o lado oposto.

Para uns é uma alegoria das dinâmicas sociais modernas, representando a eterna luta por poder, ou as intempéries das classes baixas que brigam entre si enquanto as classes mais altas observam do topo.

Round Table é muito similar a outra obra cinética famosa nas redes sociais. Can’t Help Myself, dos artistas chineses Sun Yuan and Peng Yu, é uma obra composta por um robô industrial, eternamente enxugando para perto de si o óleo que vaza da sua estrutura e que é vital para seu funcionamento.



Esse tipo de obra cinética, que provoca curiosidade e questionamentos imediatos, tem se tornado muito popular nas muitas páginas de repost espalhadas por plataformas como Instagram e o TikTok. O sucesso digital dessas peças pode ser atribuído à engenhosidade utilizada a favor da mensagem que é rapidamente assimilada pelo espectador, o que combina bem com o formato atual dos posts em vídeo em redes sociais.

Obras cinéticas são obras que utilizam movimento, mecânica e ilusão de ótica. Assim como esculturas tradicionais, elas podem utilizar ferramentas de todo tipo, de lixadeira elétrica a kits de pintura e acima de tudo utilizam criatividade e mecânica básica ou avançada. Para o artista interessado em assimilar o estilo é válido conferir as obras de artistas como Choe U-ram, Sun Yuan and Peng Yu e também Theo Jansen, criador das Strandbeests.

Texto elaborado pela equipe da Conversion +.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*