Home / Arte / Samuel Vitor Patente – “A superação através da arte”, por Edmundo Cavalcanti
Obra de Samuel Vitor Patente. Foto: Divulgação.
Obra de Samuel Vitor Patente. Foto: Divulgação.

Samuel Vitor Patente – “A superação através da arte”, por Edmundo Cavalcanti

Edmundo Cavalcanti é Artista Plástico, Colunista de Arte e Poeta.

Edmundo Cavalcanti é Artista Plástico, Colunista de Arte e Poeta.

Foi através da mais recente exposição coletiva virtual que organizei, com a participação de 63 artistas nacionais com seus mais variados estilos e técnicas, que descobri um talento especial, que me chamou muito a atenção pelas suas cores e a abstração de suas obras. Um turbilhão de cores, mas sempre com um significado especial para o artista.

“Samuel demonstra que através da arte é possível superar as dificuldades da criança com TEA – Transtorno do Espectro Autista”

.

Samuel Vitor Patente é Artista Plástico.

Samuel Vitor Patente é Artista Plástico.

Samuel Vitor Patente Pereira Carvalho nasceu em 16 de agosto de 2014 em Belo Horizonte – MG.

Desde muito novinho seus pais já percebiam destacadas alterações sensoriais como hipersensibilidade a texturas e barulhos, rigidez a mudança, rigidez alimentar e muita dificuldade a frustrações, associado com uma inteligência além da sua idade.

Seu hiperfoco sempre foram às letras, números, cores e formas. Desde 9 meses ele já se encantava com o som das letras e as cores.

Ao entrar para escola aos 2 anos seus pais perceberam também dificuldades de socialização de Samuel com crianças da sua idade e foi por esse motivo que procuraram ajuda profissional. Mas somente aos 4 anos ele foi diagnosticado com Transtorno do espectro autista (TEA) A síndrome atinge uma a cada 59 crianças no mundo, de acordo com o estudo Autismo no Brasil: Desafios, Mitos e Verdades. A partir de então Iniciamos rapidamente as terapias para tentar amenizar essas alterações e de cara Samuel já demonstrou seu interesse e habilidades com tinta e pincel que era um dos recursos terapêuticos usados com ele.

Através da pintura ele conseguia expressar sentimentos que com a fala e gestos não conseguia e também com fato de tocar em tintas e texturas diferentes minimizou muito a questão sensorial além da melhora na coordenação motora.

Mas a pintura representa muito mais que uma terapia para o Samuel e foi através da arte que vimos vínculo, afeto, superação, evolução, dedicação, concentração, adaptação, segurança, socialização, comunicação e uma das coisas que como mãe mais me preocupava a falta, a imaginação e a criatividade. Além de promover a auto regulação e agir como um espaço onde o Samuel podia se acalmar, relatou a mãe Flavia.

Hoje tenho certeza que o diagnóstico precoce e com os estímulos adequados de forma lúdica tornaram Samuel uma criança mais alegre e compreendida comenta Flávia.

Hoje ele se auto intitula como pintor de emoções, pois é exatamente o que ele demonstra com seu talento e sensibilidade.

Samuel também tem um enorme carinho e respeito pelas plantas e animais, cursa o 1° Ano do Ensino Fundamental em sua cidade.

Infelizmente em função dos altos custos Samuel não consegue expor suas obras em outros locais a não ser em suas redes sociais, e sua mais recente participação está sendo na exposição virtual “Arte é resistência” na Raphael Art Gallery convidado especial pelo seu organizador Edmundo Cavalcanti.

Redes Sociais:

Facebook: Samuel Vitor Patente

Instagram: @samuelvitorppc

Videos:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Samuel Vitor (@samuelvitorppc)

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Samuel Vitor (@samuelvitorppc)

 

Vejam a análise das obras de Samuel Vitor por Ana Mondini:

“A grandeza de um novo artista:
Samuel Vitor”,
por Ana Mondini

.

Ana Mondini é Crítica de Arte, Doutora em Filosofia, Artista Plástica, formada pela Escola de musica e artes do Paraná e Idealizadora da “Galeria Virtual – Filosofia & Arte”.

Ana Mondini é Crítica de Arte, Doutora em Filosofia, Artista Plástica, formada pela Escola de musica e artes do Paraná e Idealizadora da “Galeria Virtual – Filosofia & Arte”.

Não se trata apenas de jogar tinta em uma tela, mas significa grande atitude em relação ao modo de realizar a arte.

Assim como o icônico Pollock, o artista Samuel Vitor liberta-se dos parâmetros clássicos relativos à composição pictórica. Ao deixar de lado os pincéis e a técnica tradicional, possibilita tanto a sua espontaneidade quanto a das cores.

Camada de cor sobre camada coloca o espectador diante de um oceano de infinitas relações entre planos e movimentos, que nos deslocam delicadamente de nossos lugares comuns.

Interessante observar que o resultado final sempre se manifesta com beleza e harmonia, revelando que a espontaneidade pode sim atuar unida à composição.

Samuel Vitor oferece, através de suas pinturas, a possibilidade de adentrarmos em campos com distintas perspectivas, sensações e emoções. Em especial, a perspectiva que jamais deve abandonar o artista, a saber, o suave brilho da liberdade de criação!

Redes sociais:

Instagram: @anamondinigaleriavirtual / Facebook: @anamondini.galeriavirtual

Instagram: @anamondiniart / Facebook: @anamondiniart

Youtube: @Ana Mondini – Entrevista com Artistas & Afins

.

….

.

Foi através da mais recente exposição coletiva virtual que organizei, com a participação de 63 artistas nacionais com seus mais variados estilos e técnicas, que descobri um talento especial, que me chamou muito a atenção pelas suas cores e a abstração de suas obras. Um turbilhão de cores, mas sempre com um significado especial para o artista. “Samuel demonstra que através da arte é possível superar as dificuldades da criança com TEA - Transtorno do Espectro Autista” . Samuel Vitor Patente é…

Revisão Geral

Excelente!!

Sumário : Avalie a matéria! Agradecemos sua participação!!

Avaliação do Usuário: 4.9 ( 1 votos)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*