Home / Arte / A programação do mês de fevereiro no CCBB Educativo – Arte & educação está animada e imperdível!
Enfermaria do Riso, Palhaça Julieta (Juliana Cardoso) e Palhaça Matilde (Letícia Medella). Foto: Divulgação.

A programação do mês de fevereiro no CCBB Educativo – Arte & educação está animada e imperdível!

Tem atrativos para todos os tipos de público com ações inclusivas, musicais, de conscientização e diferentes interesses.

Destaque especial para a Atividade Extra com a “Enfermaria do Riso”!

O Programa CCBB Educativo – Arte e Educação promove diariamente ações específicas e afirmativas planejadas, que estimulam experiências, criação, investigação e reflexão, além de estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, organizações não-governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, da cultura e voltadas a famílias. A programação destina-se a todos os públicos e dialoga com as exposições e demais agendas do Centro Cultural Banco do Brasil.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O mês de Fevereiro é considerado o mês da folia e da alegria em todo Brasil. No Rio de Janeiro, a programação do CCBB Educativo – Arte & educação tem atrativos que atendem a diferentes interesses e a todos os tipos de público.

No sábado, dia 1 de fevereiro, às 10 horas, professores e educadores são convidados a participar do Curso Transversalidades para conversar com a pesquisadora Virgínia Kastrup sobre arte e deficiência visual.

Segundo a pesquisadora, a arte pode abrir caminhos e perspectivas inusitadas para pessoas com deficiência visual, tanto cegas ou baixa visão. Isto vale também para as que já nasceram cegas quanto para aquelas que vieram a perder a visão precoce ou tardiamente.

Durante o bate papo, Virgínia irá abordar como entender a potência da arte em lançar a pessoa para além de seus atuais limites e responderá questões específicas, de como trazer à cena outras atualizações da subjetividade da pessoa cega ou com baixa visão, questões que vão além da deficiência. A ideia é trazer para o debate, questões que nem sempre fazem parte dos estudos no campo da deficiência visual e não são, de modo algum, triviais, visando assim, buscar soluções pela psicologia da arte e da deficiência visual.

O Curso Transversalidades é voltado para professores e educadores com o objetivo de abordar temas transversais aos campos da educação e da arte, conectando as questões presentes nas exposições, às urgências e reflexões cotidianas. Tem entre seus temas as práticas artísticas e sociais, a memória, a produção de subjetividades, de territórios e de patrimônios. É ministrado por profissionais convidados de áreas diversas. A duração é de 2 horas com capacidade para 70 pessoas. As inscrições são por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com. Ao final do encontro serão sorteadas viagens gratuitas nos ônibus do CCBB para escolas, instituições públicas e ONGs para o mês de março de 2020.

Virgínia Kastrup possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1979), mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), doutorado em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997) e pós-doutorado no CNRS, Paris (2002) e CNAM, Paris (2010). Atualmente é Professora Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pública e dá pareceres nas revistas Psicologia e Sociedade, Revista do Departamento de Psicologia (UFF), Psicologia Ciência e Profissão , Psicologia em Estudo, Arquivos Brasileiros de Psicologia e Psicologia. Reflexão e Crítica, dentre outras. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Cognitiva, atuando principalmente nos seguintes temas: cognição, invenção, produção da subjetividade, aprendizagem, atenção, arte e deficiência visual.

Sobre a Deficiência Visual – arte e cegueira: www.deficienciavisual.pt/arte-e-cegueira.htm

No mesmo fim de semana, dias 1 e 2 de fevereiro (sábado e domingo) tem Lugar de Criação – Eu faço meu brinquedo – Jogos de linguagens com um mundo de descobertas e saberes interessantes acerca das diferentes formas de linguagem.

As línguas são códigos que aprendemos para nos comunicar e falar do mundo e, com sua ajuda, criar comunidades. Neste Lugar de Criação o público infantil participará de um jogo de composição, leitura de linguagens secretas e inventadas com códigos que, como os hieróglifos do Antigo Egito poderão escrever mensagens que traduzem nossas ideias sobre o mundo, e que contam histórias.

Todos os fins de semana, os educadores do CCBB desenvolvem uma programação especial visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte, integrando crianças e suas famílias em processos de experiência com a arte. Os Lugares de Criação acontecem todos os sábados, domingos e feriados, de 11h às 13h e de 15h às 17h, exceto no sábado, dia 08 de fevereiro, que3 acontece somente no período da tarde. A entrada é gratuita!

Quarta-feira, dia 05 de fevereiro, às 16h, o Laboratório de Crítica será ministrado pela artista, professora, escritora e mãe, Camilla Rocha Campos, que propõe uma oficina chamada ‘Próprio de nós: teorias a partir de sim’, na qual o grupo construirá uma vivência coletiva a partir de um olhar para si que dimensiona o próprio corpo dentro do grupo.

O Laboratório de Crítica é ministrado por profissionais de áreas diversas com a proposta de potencializar a arte como espaço de formação e pesquisa.

Camilla Rocha Campos é artista, professora, escritora, mãe. Possui mestrado em Teoria da Arte na UERJ. Atualmente é diretora da residência artística internacional Capacete no Rio de Janeiro, e professora do programa de Deformação na Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

Como seria enxergar o Brasil de hoje com os saberes Guarani, Bantu, Puri ou Ketu?

Nesse fim de semana dos dias 08 e 09 de fevereiro (sábado e domingo), o Lugar de Criação – Como nasce uma obra de arte – Memórias em sobreposição vai trabalhar essa questão, inspirada no trabalho do artista “Denilson Baniwa”, cujas obras estão presentes na exposição ‘Vaivém’, em cartaz no CCBB até o dia 17 de fevereiro de 2020.

Os participantes vão receber um banco de imagens coletadas em jornais, em exposições, em arquivos e em nossas memórias, para juntos olhar, misturar, reorganizar, virar do avesso e construir collages, que mostrem outras perspectivas sobre nossa história.

Diversão garantida! Excepcionalmente neste sábado, 8 de fevereiro, o Lugar de Criação acontece apenas no horário de 15h às 17h. A entrada é gratuita!

Obá! Já é carnaval no CCBB Rio! Sábado, dia 8 de fevereiro, a partir das 10 horas tem folia com a Sinfônica Ambulante no Múltiplo Ancestral – Musicalização para crianças. Marchinhas, sambas consagrados, o bom e velho rock and roll, passando por diversos ritmos diferentes, entre eles, a funky music, o forró, o maracatu, a salsa e o jazz, um bate papo musical que não vai deixar ninguém sentado.

Múltiplo Ancestral – Musicalização para crianças com a Sinfônica Ambulante

O Múltiplo Ancestral é uma plataforma de trocas entre o público, mestras e mestres ligados a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o material e imaterial, que vão fortalecer a relação dos diferentes sujeitos com situações caracterizadas pela diversidade.

Para esta edição convidamos crianças pequenas e suas famílias para uma dinâmica de musicalização, com a Sinfônica Ambulante. Quais são as melodias que as crianças desfrutam? Quais sons utilizam para celebrar? Quais as músicas que podem fazer?

Formada em Março de 2011, a partir do encontro de amigos músicos das mais variadas influências, a Sinfônica Ambulante realiza apresentações em Niterói, Rio de Janeiro e no interior do Estado, em casas de espetáculos e lugares públicos. Durante o carnaval desfila com seu bloco no sábado após o carnaval na Praia de Icaraí, em Niterói.

Em tempo! Consciência já! Saúde é vida! Uma oficina de palhaçadas por favor!

No Dia Internacional da Luta contra o Câncer na Infância, sábado (15/02), às 11h tem Atividade Extra – Dia Internacional da Luta contra o Câncer na Infância com Enfermaria do Riso!

Enfermaria do Riso – Foto Palhaça Julieta (Juliana Cardoso) e Palhaça Matilde (Letícia Medella)

Em tempo de conscientização para o Dia Internacional da Luta contra o Câncer na Infância, a Enfermaria do Riso chega ao CCBB Rio com a dupla de palhaças Matilde e Julieta, para juntas sensibilizar o público, através de um repertório musical sobre prevenção em saúde, refletindo também sobre a importância de levar arte para ambientes hospitalares.

Enfermaria do Riso é um projeto de extensão e de pesquisa de palhaços de hospital da UNIRIO, criado e coordenado pela Profª Dra. Ana Achcar desde 1998. Os enfermeiros-palhaços atuam em dupla, uma vez por semana, nas dependências pediátricas do Hospital Universitário Gaffrée & Guinle (HUGG), a partir da utilização de jogos e objetos específicos para a atuação no hospital. O programa também oferece o Riso na Saúde: oficina de teatro e jogo cômico dirigida aos profissionais e estudantes da saúde para estreitar os laços e o diálogo entre a equipe hospitalar e os palhaços. Além disso, são criados espetáculos na forma de cenas e números cômicos baseados no olhar do palhaço sobre o cotidiano hospitalar (PalhaSOS e Espera-se). As palhaças Matilde e Julieta são Letícia Medella e Juliana Cardoso, respectivamente.

Nesse mesmo final de semana dos dias 15 e 16 de fevereiro, o Lugar de Criação Desde pequeno – Catalugar em ‘Vaivém’ propõe, a partir do desejo de guardar coisas, memórias, ações, objetos e sentimentos, tecer narrativas que emergem da exposição ‘Vaivém’. As crianças e suas famílias são convidadas a construir juntas, uma rede de dormir com histórias, músicas, poemas, resenhas e muita artes em movimento. O Lugar de Criação acontece todos os sábados, domingos e feriados, de 11h às 13h e de 15h às 17h, no 1º andar, no Programa do Educativo. A entrada é gratuita.

Chegou o Carnaval no CCBB Educativo – Arte & educação! Vamos inventar máscaras e adereços? Então vem brincar no Lugar de Criação – Eu faço meu brinquedo – Oficina de máscaras, nos dias 22 e 23 de fevereiro!

Convidamos crianças e adultos a se juntar a nós para inventar máscaras e adereços, usando papel, cores… e muita criatividade. O Lugar de Criação acontece todos os sábados, domingos e feriados, de 11h às 13h e de 15h às 17h, no 1º andar, no Programa do Educativo. A entrada é gratuita.

Lugar de Criação – Trocação de história – O que é uma criança?

Encerrando as atividades artísticas e educativas do mês de Fevereiro, sábado, dia 29 de fevereiro, o Lugar de Criação – Trocação de história – O que é uma criança? será a pauta proposta pelos arte educadores do CCBB Rio, para envolver crianças e suas famílias a trazer uma definição.

Por algum motivo desconhecido a definição de criança sumiu do Dicionário Fabuloso, e não conseguimos mais diferenciar adulto de idoso, ancião de bebê. Me diz aí o que fazer? Seria criança um substantivo, adjetivo, verbo ou pronome de tratamento? Precisamos de gente especialista para definir o que é uma criança! Convidamos o público a construir verbetes, com desenhos e palavras, sobre possíveis significados de criança.

O Lugar de Criação acontece de 11h às 13h e de 15h às 17h, no 1º andar, no Programa do Educativo. A entrada é gratuita.

No CCBB Rio tem o “Espaço de Convivência”!

O Espaço de Convivência do Programa CCBB Educativo – Arte e Educação convida ao encontro, à pausa e ao diálogo. É um lugar onde acolhemos todos os públicos em suas diferenças e singularidades, e afirmamos nosso compromisso com a acessibilidade, a diversidade e a inclusão.

‘Vaivém’ – Local: 2º andar, até 17 de fevereiro

Acompanhando ‘Vaivém’, uma exposição que investiga as relações entre as redes de dormir e a construção da identidade brasileira, o Espaço de Convivência convida o público a perceber como usam seu tempo, criando em um mural cronogramas de suas atividades cotidianas.

Ativação: das 10h às 20h, de quarta a segunda-feira.

Excepcionalmente, nos dias 01 e 02 de fevereiro o Espaço será ativado das 15h até 16h.

O Espaço de Convivência é o ponto de encontro para as Visitas Mediadas à ‘Vaivém’. Para mais informações sobre os horários, ver seção Visitas Mediadas acima.

‘Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’ – Local: Exposição – 1º andar, até 02 de fevereiro

O Espaço de Convivência da exposição ‘Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’ toma como ponto de partida elementos do Antigo Egito e do Egito contemporâneo e propõe um lugar de encontro onde o jogo funciona como ferramenta de construção coletiva e de aprendizado, com foco na escrita de hieróglifos, tanto de palavras como de números, e nos jogos senet e pylos.

Horário de ativação: das 10h às 20h, de quarta a segunda-feira.

Além desses eventos oferecidos pelo CCBB Educativo, acontecem diariamente, as “Visitas mediadas”, sem necessidade de agendamento prévio, a partir de temas e horários pré-definidos.

Os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das produções, práticas e trajetórias artísticas das exposições do CCBB. As atividades são realizadas até o fim das exposições. Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, Programa Educativo – 1º andar.

As Visitas Mediadas para a exposição ‘Vaivém’ acontecem de 1 a 17 de fevereiro, as quartas-feiras, às 18horas e de quinta a segunda, em dois horários, às 12h e 18 horas. Sextas, sábados e domingos às 12h.

VAIVÉM” está ancorada entre três elementos: as artes visuais, o Brasil e as redes de dormir. Se trata de uma mostra que traz à tona diversas maneiras de representar e apresentar as redes de dormir em referência às construções da visualidade e da identidade brasileiras.

As obras expostas tanto remontam a diferentes momentos da história da arte no país, quanto questionam e desconstroem o imaginário advindo do senso comum sobre o que seriam, conceitualmente, o “Brasil”, a “brasilidade” e o “brasileiro”.

A exposição nasce de uma pesquisa de doutorado do curador, que decidiu transformar o trabalho acadêmico em exposição de arte e compartilhar com o público parte das obras que encontrou ao longo de seus quatro anos de pesquisa. “VAIVÉM” conta com mais de 300 obras, com recorte entre os séculos XVI e XXI, de aproximadamente 141 artistas, sendo 32 indígenas. A exposição Vaivém está aberta ao público até o dia 17 de fevereiro de 2019.

Visitas Mediadas – Patrimônio com ênfase no patrimônio, se relaciona com a história do Banco do Brasil, do CCBB e da cidade do Rio de Janeiro e acontecem as quarta-feiras, às 12h. E a partir do dia 19 de fevereiro, as visitas acontecem de quarta a segunda, às 12 e às 18h.

Os educadores se juntam ao público para dialogar e compartilhar narrativas do prédio do CCBB e visitar as exposições ‘Galeria de Valores’ e ‘O Banco do Brasil e sua História’.

As Visitas Mediadas em Libras são aos Sábados, a partir das 12 horas e seguem os mesmos princípios da Visita Mediada. A Visita Mediada em Libras acolhe pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva nas exposições em cartaz, numa experiência compartilhada com os educadores. A Duração é de 1h com capacidade para 20 pessoas. O cadastro é realizado 15 minutos antes de cada visita, no Programa Educativo – 1º andar.

Sobre o Programa CCBB Educativo – Arte e Educação

O Programa CCBB Educativo – Arte e Educação promove diariamente ações específicas e efetivas planejadas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, organizações não governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, da cultura, voltadas a famílias e a inclusão. Ações que estimulam experiência, criação, investigação e reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Essas partilhas acontecem por meio de trocas culturais e metodologias de educação que garantem acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.

A programação dialoga com as exposições e demais agendas do Centro Cultural Banco do Brasil. Destina-se a todos os públicos com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados.

Serviço:

Curso Transversalidades , com Virgínia Kastrup

Dia: 01 de fevereiro

Horário: 10h

Duração: 2 horas | Capacidade para 70 pessoas

Local: Sala 26 – 4º andar

Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com

 

Lugar de Criação

Sábados, domingos e feriados – de 11h às 13h e de 15h às 17h

Todos os fins de semana, os educadores do CCBB desenvolvem uma programação especial visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte, integrando crianças e suas famílias em processos de experiência com a arte.

Lugar de CriaçãoEu faço meu brinquedo – Jogos de linguagens

01 e 02 de fevereiro

Local: Programa Educativo – 1º andar

Sábados, domingos e feriados – de 11h às 13h* e de 15h às 17h

Laboratório de Crítica, com Camilla Rocha Campos

Dia: 05 de fevereiro – Quarta-feira

Horário: 16h

Duração: 4h | Capacidade para 20 pessoas

Local: Programa Educativo – 1º andar

Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com

Lugar de CriaçãoComo nasce uma obra de arte – Memórias em sobreposição

Dias: 08* e 09 de fevereiro (sábado e Domingo)

Horário: de 11h às 13h e de 15h às 17h

*excepcionalmente no sábado, dia 8/02, apenas no horário de 15h às 17h

Local: Programa Educativo – 1º andar

Múltiplo Ancestral – Musicalização para crianças com a Sinfônica Ambulante

Dia: 08 de fevereiro – Sábado

Horário: 10h

Duração: 2h

Local: Térreo

Atividade Extra – Dia Internacional da Luta contra o Câncer na Infância com Enfermaria do Riso

Dia: 15 de fevereiro

Horário: 11h

Duração: 2h

Local: Programa Educativo – Térreo, 1º e 2º andares

Lugar de Criação – Desde pequeno – Catalugar em ‘Vaivém’

Dias: 15 e 16 de fevereiro (sábado e domingo)

Local: Programa Educativo – 1º andar

Horário: de 11h às 13h e de 15h às 17h

Lugar de Criação – Eu faço meu brinquedo – Oficina de máscaras

Dias: 22 e 23 de fevereiro (sábado e domingo)

Local: Programa Educativo – 1º andar

Horário: de 11h às 13h e de 15h às 17h

Lugar de Criação – Trocação de história – O que é uma criança?

29 de fevereiro

Local: Programa Educativo – 1º andar

Horário: de 11h às 13h e de 15h às 17h

Espaço de Convivência

O Espaço de Convivência do Programa CCBB Educativo – Arte e Educação convida ao encontro, à pausa e ao diálogo. É um lugar onde acolhemos todos os públicos em suas diferenças e singularidades, e afirmamos nosso compromisso com a acessibilidade, a diversidade e a inclusão.

Espaço de Convivência – ‘Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’

Local: Exposição – 1º andar

O Espaço de Convivência da exposição Egito Antigo: do cotidiano à eternidade toma como ponto de partida elementos do Antigo Egito e do Egito Contemporâneo e propõe um local de encontro onde o jogo funciona como ferramenta de construção coletiva e de aprendizado, com foco na escrita de hieróglifos, tanto de palavras como de números, e nos jogos gamão e pylos.

Horário de ativação: das 10h às 20h, de quarta a segunda.

A exposição Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’ poderá ser visitada até o dia 2 de fevereiro de 2020.

Espaço de Convivência – ‘Vaivém’

Local: 2º andar

Acompanhando ‘Vaivém’, uma exposição que investiga as relações entre as redes de dormir e a construção da identidade brasileira, o Espaço de Convivência convida o público a perceber o tempo.

Horário de ativação: das 10h às 11h e das 16h às 17h, de quarta a segunda

Exposição ‘Vaivém’

Quarta: 18h

Quinta a segunda-feira: às 12h e 18 horas.

Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas

Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, Programa Educativo – 1º andar.

A exposição Vaivém está aberta ao público até o dia 17 de fevereiro de 2019.

Nesta visita, os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das práticas e trajetórias artísticas das exposições do CCBB.

Visitas Mediadas – Patrimônio

Quarta – 12h

*A partir do dia 19 de fevereiro, de quarta a segunda-feira, às 12h e às 18h.

Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas

Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, Programa Educativo – 1º andar.

Visitas Mediadas com ênfase no patrimônio, se relacionando com a história do Banco do Brasil, do CCBB e da cidade do Rio de Janeiro. Os educadores se juntam ao público para dialogar e compartilhar narrativas do prédio do CCBB e visitar as exposições ‘Galeria de Valores’ e ‘O Banco do Brasil e sua História’.

Visitas Mediadas em Libras

Sábado – 12h

Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas

Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, no Programa Educativo – 1º andar.

Seguindo os mesmos princípios da Visita Mediada, a Visita Mediada em Libras acolhe pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva nas exposições em cartaz, numa experiência compartilhada com os educadores.

Visitas Educativas Agendadas

Segundas: 9h30, 10h30, 14h, 14h30, 19h

Quartas e Quintas: 9h30, 10h30, 14h, 14h30, 19h

Sextas: 9h30, 10h30, 14h, 14h30

Durante o período de férias escolares, de 16 até 31 de dezembro, as visitas agendadas serão reduzidas aos seguintes horários:

Segundas: 10h30, 14h30, 19h

Quartas e Quintas: 10h30, 14h30, 19h

Sextas: 10h30, 14h30

Duração: 1h30 | Capacidade para grupos de até 44 pessoas

E-mail para agendamento: agendamentorj@ccbbeducativo.com

Atendimento telefônico em dias de semana, das 10h às 17h, no número (21)3808-2070 (com excepção da terça feira, quando o CCBB está fechado ao público).

Para mais informações: contatorj@ccbbeducativo.com

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-Rio – 1º andar e rotunda

De quarta-feira a segunda-feira, de 9h às 21h

Rua Primeiro de Março, 66 – (21) 3808-2020 (com excepção da terça feira, quando o CCBB está fechado ao público).

E-mail para agendamento: agendamentorj@ccbbeducativo.com

www.bb.com.br/cultura www.twitter.com/ccbb_rj www.facebook.com/ccbb.rj

Programação completa: ccbbeducativo.com

Comentários

Um comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*