Home / Arte / Dicas para escolher o piso para seu apartamento
Foto: Vecislavas Popa no Pexels.
Foto: Vecislavas Popa no Pexels.

Dicas para escolher o piso para seu apartamento

Seja para reformar ou para aplicar na sua nova casa, uma das tarefas mais importantes é escolher piso adequado para cada cômodo do seu apartamento, permitindo ambientes mais bonitos e bem estruturados.

Se antes a seleção do tipo de material que seria aplicado no chão da residência não era tão importante, hoje é possível escolher aquele que mais agrada o proprietário, levando em consideração a imensa variedade de modelos disponíveis no mercado.

Há opções que vão desde pisos simples, para facilitar o cuidado no dia a dia, até os mais complexos que são feitos em camadas diferentes, compondo um ambiente bonito e elegante.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

De fato, a escolha dos acabamentos do apartamento é uma das partes mais agradáveis do processo de obra, já que é nela que a sua casa começa a ganhar personalidade e ficar com a aparência de um verdadeiro lar.

Como não poderia deixar de ser, é fundamental que você pesquise uma grande variedade de modelos antes de realizar a compra, procurando, inclusive, por uma promoção de pisos e revestimentos, que pode beneficiar, até mesmo, o seu bolso.

Mas, como optar por um determinado tipo de piso pode ser uma escolha difícil, é essencial que você busque dicas que podem ajudá-lo a encontrar a melhor solução para cada cômodo do seu apartamento.

Sendo assim, se você quer saber mais sobre o assunto e entender melhor quais os benefícios e as desvantagens de diferentes modelos de piso, siga na leitura deste artigo e saiba qual deles pode ser a melhor opção para o seu lar.

A importância de escolher o piso correto

Uma reforma de imóveis pode ser diretamente responsável pela mudança total da sua casa. Isso quer dizer que cada elemento que será aplicado poderá contribuir para um espaço totalmente renovado e, até mesmo, mais moderno.

Mas a obra envolve uma série de custos, de modo que é essencial se planejar financeiramente antes de começar o processo no seu imóvel.

Isso é importante pois, no caso da escolha de um determinado tipo de piso, é fundamental que se conheça as opções e opte pela alternativa certa.

Afinal, cada cômodo do apartamento possui uma finalidade, o que quer dizer que você precisa saber que um piso de madeira pode ser uma opção inadequada para o seu banheiro, por exemplo.

Mas isso não está apenas ligado à decoração em si. Ainda existem características próprias em cada tipo de material, como um piso de cerâmica que pode ser opaco ou brilhoso, ser fabricado em peças grandes ou pequenas, etc.

Nesse sentido, antes de realizar a compra de um modelo apenas pela sua beleza, é essencial que você leve em consideração alguns fatores como:

  • Custo-benefício;
  • Durabilidade;
  • Acústica;
  • Modernidade;
  • Facilidade na limpeza, etc.

Isso quer dizer que antes de comprar piso laminado, você deve entender se ele atenderá o requisito de um bom custo-benefício, considerando o local onde você vai aplicá-lo e quais são os cuidados necessários para mantê-lo sempre bonito e reluzente.

Além disso, conhecer características como a durabilidade e a acústica ajudam o proprietário do imóvel a entender se aquele modelo pode ser do seu agrado.

Isso porque o piso é uma estrutura que deve durar por vários anos, e com os cuidados ideais ele pode ser utilizado por ainda mais tempo.

Em relação à acústica, também é fundamental estar atento a esse elemento, principalmente para a instalação de pisos em apartamentos.

Afinal, é preciso levar em consideração que existirão vizinhos muito próximos, de modo que escolher um modelo que absorve bem diferentes ruídos e impactos proporcionará maior tranquilidade para todos.

Se você deseja instalar um carpete em manta, por exemplo, por que não buscar por um estilo mais moderno? Além de deixar os cômodos mais confortáveis, você ainda pode valorizar a decoração do ambiente, graças a um modelo inovador.

Por fim, é indispensável considerar o aspecto da limpeza. Para que o seu piso esteja sempre bonito, você precisará investir na conservação dele, de modo que é sempre indicado buscar por aqueles que são de fácil manutenção.

Ao verificar cada um desses elementos no momento de adquirir o piso para o seu apartamento, certamente a escolha será muito mais assertiva e a satisfação com a decoração do seu lar será completa.

Os principais tipos de piso

Escolher o tipo de piso ideal para os seus cômodos pode ser uma parte importante do seu projeto estrutural, de modo que o seu apartamento receba as melhores aplicações em termos de pisos e revestimentos.

Para ajudar nessa tarefa, leia mais sobre os tipos de pisos mais comuns e as suas características a seguir.

1 – Pisos laminados

Os pisos laminados são cada vez mais comuns, principalmente em apartamentos. Eles são compostos por uma lâmina melamínica, com uma aparência semelhante à da madeira, e por isso apresentam um custo de compra interessante.

São ótimas opções para quem quer uma boa acústica no cômodo, além de oferecer conforto térmico, tornando o espaço mais aconchegante. Para sacadas de vidro, ele pode ser bastante indicado.

Outro ponto positivo desse tipo de piso é justamente a sua fácil limpeza, que se dá com uma vassoura ou aspirador de pó.

Mas é preciso ressaltar que o piso laminado não possui alta resistência a líquidos, e por isso, não se deve lavá-lo com água. Sendo preciso higienizá-lo melhor, pode-se utilizar um pano levemente umedecido, removendo qualquer sujeira da superfície.

2 – Pisos porcelanato

Um dos modelos mais bonitos e sofisticados é, sem dúvida, o piso porcelanato. Suas peças são mais extensas do que outros modelos, de modo que ao ser aplicado no pavimento, transmite uma boa sensação de amplitude.

Por serem de grande resistência, os porcelanatos costumam ser aplicados em áreas onde há maior movimentação de pessoas, como na sala de estar ou cozinha.

Se você deseja valorizar o banheiro da sua casa, ele também pode ser uma boa escolha, já que deixará o piso reluzente. Porém, é preciso ressaltar que o modelo pode ser escorregadio, de modo que escolher opções antiderrapantes é essencial.

Outra recomendação em relação ao porcelanato é que ele seja polido periodicamente, pois o seu uso constante pode causar riscos ou deixar a superfície opaca.

3 – Piso de cerâmica

O piso de cerâmica é bastante refinado, chegando a ter até mesmo versões artesanais. Não à toa, eles são aplicados em espaços onde a elegância é valorizada.

Nesse sentido, é válido ressaltar que o modelo oferece uma série de possibilidades decorativas, podendo ser encontrado em diferentes cores e formatos.

Justamente por ser refinado, o piso de cerâmica deve ser aplicado em locais de menor circulação, pois as peças são mais delicadas, e exigem maior cuidado, como o de evitar que se arraste móveis na superfície.

A limpeza da cerâmica é bastante simples, podendo ser feita com água, pano úmido ou apenas com a vassoura ou aspirador.

4 – Piso de concreto

Assim como uma laje alveolar protendida é feita de concreto para dar maior resistência a um imóvel, os pisos também podem utilizar o mesmo material, que além de um estilo mais industrial, podem conferir uma decoração única no imóvel.

O piso de concreto vem conquistando o seu espaço dentro dos apartamentos, principalmente levando em consideração que ele é de fácil aplicação e de simples manutenção.

Ele é bastante utilizado em áreas externas, como em quintais ou garagem, possuindo bastante resistência e durabilidade, além de poder ser lavado com água em abundância, o que favorece a sua limpeza.

Mas o piso de concreto também ganhou a versão de decoração queimada, ou seja, ele recebe a aplicação do pó de cimento, que deverá ser desempenado, para espalhar essas partículas por toda a superfície.

Essa aplicação deixa o concreto com uma aparência mais bonita, além de garantir que ele fique liso e devidamente nivelado após a secagem do material.

Uma indicação importante é que o piso de concreto seja aplicado por um profissional habilitado na área, já que se ele não for bem feito fica sujeito a rachaduras e fissuras.

5 – Piso de madeira

Os pisos de madeira sempre foram boas opções para cômodos como a sala e os dormitórios, justamente porque deixam o ambiente mais elegante e aconchegante.

Por ser um material versátil, combina com qualquer tipo de decoração, e pode receber a aplicação de vernizes, para que a superfície fique mais bonita e reluzente, além de conservá-lo íntegro por mais tempo, evitando a infestação de cupins, por exemplo.

É importante lembrar que o piso de madeira não possui alta resistência à água, de modo que ele deve ser higienizado apenas com pano levemente úmido, ou com o uso de aspirador de pó.

Os tipos de piso abordados neste conteúdo podem ser escolhidos de acordo com a preferência do proprietário do apartamento, sendo fundamental considerar as características de cada modelo para uma escolha mais assertiva a uma aplicação ideal.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários

eja para reformar ou para aplicar na sua nova casa, uma das tarefas mais importantes é escolher piso adequado para cada cômodo do seu apartamento, permitindo ambientes mais bonitos e bem estruturados. Se antes a seleção do tipo de material que seria aplicado no chão da residência não era tão importante, hoje é possível escolher aquele que mais agrada o proprietário, levando em consideração a imensa variedade de modelos disponíveis no mercado. Há opções que vão desde pisos simples, para facilitar o cuidado no dia a dia, até os mais complexos que são feitos em camadas diferentes, compondo um ambiente…

Revisão Geral

Excelente!!

Sumário : Avalie o artigo! Agradecemos sua participação!!

Avaliação do Usuário: 4.85 ( 1 votos)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*