Home / Arte / Comece o Ano no Museu Casa do Pontal
Exposição Figuras e Brincantes – Arte e Performance na Cultura Popular. Foto: Divulgação.

Comece o Ano no Museu Casa do Pontal

Instituição promove exposições sobre cultura popular brasileira, programação educativa e passeio turístico.

Admirado por personalidades estrangeiras como o escritor José Saramago, aplaudido por brasileiros como o músico Gilberto Gil e pela futebolista Marta, reconhecido como Patrimônio Artístico e Cultural do Rio de Janeiro, o Museu Casa do Pontal é fundamental nos roteiros cariocas. Definitivamente um passeio completo, deslumbrante e imperdível para adultos e crianças. Localizado em um sítio ecológico, de 5.000 m², o espaço reúne 8.500 peças de formas, materiais e estilos diferentes de autoria de mais de 300 artistas, de 24 estados do país. São quilômetros de histórias e costumes do povo brasileiro, resultado de quarenta anos de pesquisas e viagens pelo Brasil do designer francês Jacques Van de Beuque, dono de um acervo riquíssimo que recobre a produção de arte popular a partir do século XX. Confira abaixo a nossa programação especial para o mês de janeiro de 2016.

Atualmente, o Museu conta com o patrocínio institucional do Ministério da Cultura, do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, da Vale, da Petrobras, do IRB Brasil Re, investimento financeiro do BNDES, parceria institucional do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e da UNESCO e patrocínio do projeto educação patrimonial da Caixa Econômica Federal.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Passeio Leme ao Pontal – O Brasil Além do Cartão Postal

Está muito mais acessível chegar ao charmoso Museu Casa do Pontal com o projeto de turismo Leme ao Pontal – O Brasil Além do Cartão Postal – em parceria com a Curumim Eco Cultural Tours.

No pacote estão inclusos o transporte exclusivo, com embarque entre as orlas da Zona Sul, da Barra e do Recreio, guia de turismo bilíngue especializado nos principais pontos do trajeto, uma hora e meia de visita musicada no Museu, parada para fotos na Prainha e retorno a todos os pontos de partida, até o Leme.

O passeio ocorre todos os sábados, de 9h às 14h. E nos outros dias da semana para grupos fechados sob agendamento e mediante disponibilidade. Agendamentos e outras informações: ligue para: 55 (21) 2524-1005 e 55 (21) 99999-4157, ou escreva para contato@curumim.tur.br

Exposição Temporária

Cerca de 53 obras de artistas populares estão, até o dia 28 de fevereiro, na exposição temporária Figuras e Brincantes – Arte e Performance na Cultura Popular. A mostra surge do desejo de homenagear os mestres da cultura popular presente no acervo do Museu Casa do Pontal e comemorar três grandes conquistas para a Arte e cultura Popular: a promulgação da Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, pela Unesco, em 2005, o reconhecimento do Jongo como Patrimônio Cultural Brasileiro e do Museu Vivo do Fandango como boa prática em prol da salvaguarda do patrimônio imaterial, pela Unesco.

Entre as muitas expressões festivas que acontecem no Brasil a mostra apresenta o Bumba-meu-boi, a Cavalhada, o Mamulengo, o Cavalo Marinho, o Jongo e o Fandango. Manifestações de grande impacto e relevância social e cultural que, entre outros aspectos, têm em comum o fato de terem sido reconhecidas e registradas como patrimônio imaterial. Obras de artistas consagrados como Nhozim, Maria de Beni, Lunildes, Capitão Pereira, João Cancio e importantes mamulengueiros tais como Saúba, José Lopes e Pedro Boca Rica compõe a mostra.

Na intenção de ampliar a experiência e expandir o conhecimento do público sobre o universo da cultura popular a exposição conta também com expressivo conteúdo documental audiovisual. Em exibição fotos de Renan Cepeda, Marcel Gouterot, Lucas Beuque, Maria Mazzillo e áudios com trechos de encenações de mamulengo e músicas do pastoril e do maracatu. Além de filmes sobre a cavalhada de Pirenópolis, as “matanças” do Bumba-meu-boi no Maranhão, os bailes de fandango do litoral sul de São Paulo e norte do Paraná, as comunidades jongueiras do Tamandaré, do Quilombo São José e Jongo da Serrinha (com destaque para Mestre Darcy e Vovó Maria Joana).

OSGEMEOS

A obra “O Bunker” de OSGEMEOS criada exclusivamente para o Museu Casa do Pontal passa a integrar o acervo permanente da instituição. A obra é um alerta para o risco de inundação da área do Museu em virtude da construção de um grande condomínio, o Pontal Oceânico, ao redor da instituição. O objetivo é fazer o público pensar sobre a situação e encaminhar saídas para a instituição. A identificação dos artistas com o museu nasceu do interesse em estudar e homenagear a arte popular brasileira.

Programação Educacional

Desde sua criação, em 1996, o Programa Educacional do Museu Casa do Pontal já atendeu mais de 220.000 participantes. Ele é composto por três linhas de atuação: visitas-teatralizadas, exposições itinerantes educativas e capacitação de educadores e gestores socioculturais. O projeto conta com o patrocínio do Ministério da Cultura, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro/Secretaria Municipal de Cultura, Petrobras e da Caixa Econômica Federal.

Em janeiro, mês de férias escolares, serão oferecidas visitas-teatralizadas à exposição permanente do Museu Casa do Pontal e à exposição temporária Figuras e Brincantes – Arte e Performance na Cultura Popular sob demanda para escolas particulares. No entanto, as escolas públicas e projetos sociais já podem realizar os agendamentos de visitas a partir do final do mês de janeiro.

Nas visitas-teatralizadas crianças e jovens, da educação infantil ao ensino médio, são recebidos por arte-educadores que os convidam a uma viagem cultural, utilizando linguagens como a música, o teatro de bonecos, o cordel, a “contação” de histórias, desafios, trovas e versos. Os roteiros são adaptados às diferentes faixas etárias e alguns temas podem ser priorizados durante a visita, de acordo com o projeto pedagógico da instituição.

Os participantes são estimulados a refletir sobre a diversidade cultural brasileira, as relações entre o mundo do campo e o das grandes cidades, os processos migratórios, as diferentes profissões, as práticas sociais, as relações familiares, as festividades e, ainda, sobre questões próprias ao universo das artes plásticas, os processos criativos dos artistas e os materiais que utilizam para fazer suas esculturas. São visitas lúdicas que mexem com nossa memória afetiva.

As visitas educacionais duram cerca de 1h30 e são oferecidas de terça a sexta-feira, de manhã ou à tarde. O Museu possui acessibilidade para cadeirantes e pessoas com dificuldades de locomoção.

O agendamento prévio para grupos escolares é obrigatório e pode ser feito de terça a sexta-feira das 9h30 às 17h. Entrar em contato com Ivete pelos telefones (21) 2490-2429 / 2490-4013 / 99588-4992 ou pelos e-mails: atendimentopontal@gmail.com e atendimento@museucasadopontal.com.br

Sobre o Museu Casa do Pontal

Considerado pelos turistas que vieram ao Brasil durante a Copa das Confederações como um dos principais museus do país, segundo pesquisa da Embratur, o Museu Casa do Pontal está em atividade há mais de 35 anos e reúne o maior acervo de arte popular brasileira. Seu acervo, tombado pela Prefeitura do Rio como referência cultural da cidade, é composto por mais de 8.500 peças de 300 artistas brasileiros, produzidas a partir do século XX.

O Museu Casa do Pontal foi escolhido, em 2014, para representar o Brasil no Comitê para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco, que avalia as candidaturas a Patrimônio Imaterial da Humanidade, título recebido recentemente pela Roda de Capoeira brasileira.

SERVIÇO

Museu Casa do Pontal
Estrada do Pontal, 3295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ.
Telefones: 24904013, 2490-2429.
Terça a sexta, de 9h30 às 17h. Sábado, domingos e feriados, das 10h30 às 18h.

Grátis (para instalação no jardim) e R$ 10 (inteira). Entrada-franca para brasileiros todas às terças-feiras de 2016. Mais informações: www.museucasadopontal.com.br

.

Entrada franca para toda a força de trabalho acompanhada por mais uma pessoa das empresas VALE, Petrobras, IRB Brasil RE e CAIXA, através da apresentação do crachá funcional. Desconto de 50% do valor da entrada para os clientes do cartão Petrobras com o cartão.

SERVIÇO:

LEME AO PONTAL – O Brasil além do cartão postal
Museu Casa do Pontal
Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ
Aos sábados, de 9h às 14h

Outros dias da semana: grupos fechados sob agendamento e mediante disponibilidade.

.

O embarque deve ser agendado utilizando como ponto de encontro um dos seguintes hotéis localizados na orla: Windsor Atlântica, Copacabana Palace, JW Marriott, Pestana, Windsor Miramar, Sofitel, Fasano, Caesar Park, Praia Ipanema, Marina Palace, Sheraton Niemeyer, Royal Tulip RJ e Windsor Barra.

Agendamento e outras informações:
Curumim Eco Cultural Tours: 55 (21) 2524-1005 / 55 (21) 99999-4157 ou pelo e-mail
contato@curumim.tur.br

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*