Home / Art / 54 metal parts are stolen from the mansion "Casa 6" in Pelotas (RS)
Metal parts are stolen from the mansion "Casa 6" in Pelotas (RS). Photo: IPHAN.
Metal parts are stolen from the mansion "Casa 6" in Pelotas (RS). Photo: IPHAN.

54 metal parts are stolen from the mansion "Casa 6" in Pelotas (RS)

Peças roubadas ornamentam o guarda-corpo da escadaria e da varanda frontal do local

The Heritage Institute for National Artistic (IPHAN) received through the process 01512.000627/2021-96, notícia de furto de bens integrados de uma edificação que integra o conjunto tombado de Pelotas (RS). In total, foram furtadas 54 peças metálicas que compõem o guarda-corpo da escadaria e da varanda frontal do palacete conhecido como “Casa 6”, pertencente ao conjunto tombado da cidade de Pelotas (RS).





O furto (ou a sequência de furtos) ocorreu provavelmente entre 12 February (última inspeção do Iphan ao local) and 22 October 2021 (quando foi percebido o desaparecimento das peças pela Secretaria de Cultura de Pelotas). As peças fazem parte integrante da “Casa 6” e, therefore, são protegidas pela legislação federal de Patrimônio Cultural e seu furto, roubo e comercialização punido conforme o Código Penal.

O imóvel denominadoResidência Leopoldo Antunes Maciel” or, simply, “Casa 6”, forma o conjunto arquitetônico com os prédios 2 and 8, situados na Praça Coronel Pedro Osório, in Pelotas (RS), conjunto arquitetônico inscrito no Livro do Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico e no Livro do Tombo das Belas Artes, in 15/12/1977. A “Casa 6está inserida no setor de proteção da Praça Coronel Pedro Osório, como parte do Conjunto Histórico de Pelotas, tombado em 2018, em razão de seu elevado valor histórico e artístico.

Características das peças

Tratam-se de esculturas fundidas numa liga metálica de estanho e zinco representando rostos humanos e figuras de animais (front) e compostas por duas partes iguais e independentes, unidas por seus lados posteriores (to) nas barras verticais de seção circular que compõem o guarda-corpo.

As peças medem aproximadamente 20 to 25 centímetros de altura por 10 centímetros de largura e não possuem pintura, being, therefore, de cor predominante cinza-cobre ou cinza-chumbo (cor da própria liga metálica com que são feitas as peças). Devido à sua composição, não atraem ímãs.

Os objetos foram possivelmente importados da Itália no final do século XIX e suas imagens representam rostos humanos (32 parts) e figuras de animais (21, in total), como leões. As faces humanas são semelhantes às de putti, that is, representações de meninos nus, gordinhos e por vezes alados, muito utilizadas na arte renascentista. Uma unidade representa uma flor-de-lis. Foi também furtada uma barra vertical com anéis torneados.

Qualquer informação deve ser comunicada ao Iphan, pelos e-mails cnart@iphan.gov.br, fiscalizacao@iphan.gov.br or depam@iphan.gov.br, e ainda pelos telefones (61) 2024-6355 or (61) 2024-6352.

Compra segura de objetos de arte, antiguidades e documentos

Comerciantes e leiloeiros de obras de artes e antiguidades, negociantes e público em geral devem estar atentos à procedência das peças que pretendem adquirir. Sem cuidados adequados, adquirem-se inadvertidamente peças furtadas ou roubadas.

Para contribuir no combate a esse mercado ilegal, existem ações preventivas simples, such as checking the origin and, in case of doubts or any suspicion, consulta ao IPHAN, the Brazilian Institute of Museums (IBRAM) e suas bases de dados disponíveis em seus sites – o Banco de Bens Procurados/BCP e o Cadastro de Bens Musealizados Desaparecidos/CBMD.

Such care can avoid the involvement of the buyer or dealer in the Brazilian Cultural Heritage fencing of stolen crime, stolen or obtained by international trafficking in works of art - conduct described in Articles 155 do Código Penal e 180 do Decreto-Lei Nº 2.848, from 7 th December 1940 (que trata da receptação de bem furtado), and Art. 62, da Lei Nº 9.605, from 12 February 1998 (is about destruction and / or deterioration of cultural goods).

CNART

All art dealers and antiques, including auctioneers, devem se cadastrar no Cadastro Nacional de Negociantes de Antiguidades e Obras de Arte (CNART). The Registration protects the dealer inadvertently be involved in receiving stolen crimes and stolen and money laundering by means of works of art.

More info

Cadastro Nacional de Negociantes de Antiguidades e Obras de Art

cnart@iphan.gov.br

Outros Contatos:

Secretaria Municipal de Cultura – phone (53) 3225 8355 – e-mail: secultpel@gmail.com
Cadastro de Negociantes de Obras de Artes e Antiguidades/IPHAN – telefone (61) 2024 6352 – e-mail: cnart@iphan.gov.br
Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização – telefone (61) 2024 6342 – e-mail: depam@iphan.gov.br

Source: Assessoria de Comunicação IPHAN.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*