Home / Arte / Livro de comédia romântica levanta discussões sobre a crise dos 30 anos
Livro "Eu me demito", de Aline Cabral, capa - destaque. Divulgação.
Livro "Eu me demito", de Aline Cabral, capa - destaque. Divulgação.

Livro de comédia romântica levanta discussões sobre a crise dos 30 anos

Com empoderamento feminino, romance e muito café, o novo livro de Aline Cabral levanta reflexões sobre os dilemas da famosa crise dos 30

Desde novos buscamos entender os caminhos profissionais que desejamos trilhar, e apesar de curvas poderem existir nessa caminhada, é quase inevitável não alcançar os trinta anos de idade levantando questionamentos sobre a vida — principalmente na carreira profissional —, e é nesse momento que a famigerada crise dos 30 pode bater à porta. Em “Eu me demito”, o novo livro da escritora Aline Cabral, uma fã de Grey’s Anatomy e com várias frustração na vida abre discussões sobre esse momento avaliativo.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Atuando também como professora do Ensino Fundamental e artesã, a autora acredita que o nosso ciclo social carrega boa parte para o desenvolvimento desta crise: “Às vezes o julgamento sequer vem de você, e sim da família e amigos.”, comentou durante uma entrevista.

A ideia do livro surgiu há quase duas décadas, quando a escritora tinha 17 anos e escreveu as aventuras da protagonista Dolores em um caderno, porém somente agora o enredo foi reescrito para ser lançado. E, apesar de ser a primeira história escrita por Aline Cabral, ela não foi a primeira publicada.

Muito conhecida por Acima do Salto Agulha e Boa Sorte, Barbie, ambos publicados pelo Grupo Editorial Coerência, a autora afirma que apesar da protagonista de “Eu me demito” ter aparições nas histórias anteriores, não se trata de um spin-off. E como nos outros livros, esse também é um chick-lit que levanta pautas do empoderamento feminino e outros assuntos voltados para o nosso atual contexto social.

Previsto para ser lançado ainda este ano pelo Grupo Editorial Coerência, “Eu sinto muito” conta a história de Dolores, uma mulher de 34 anos entrando em uma crise ao questionar seus dias sufocantes, principalmente no âmbito profissional, no qual trabalha redigindo relatórios e organizando arquivos. No meio de tanto caos, ela conhece Jota, o proprietário de uma cafeteria que pode mudar sua vida. Abrindo capítulos com uma reflexão sobre o destino da protagonista, uma referência de Grey’s Anatomy, o livro se propõe a conversar sobre carreira profissional, empoderamento feminino, crise dos 30 anos e entre vários outros.

Sobre a autora

Aprendeu a ler em casa, com seus pais, e desde então nunca mais parou. A paixão pelos livros só podia dar nisso: na adolescência começou a escrever músicas, mas logo desistiu já que não aprendeu a tocar nenhum instrumento. Escreveu seu primeiro romance aos dezessete anos, mas só depois dos trinta anos assumiu que escrevia e decidiu levar adiante o sonho de publicar um livro. Além de escritora, é professora do ensino fundamental e artesã. Nasceu no ano de 1984 em Criciúma Santa Catarina. Adora viajar com seu marido e seu filho, mas sempre volta pra sua casinha de pedra no meio do mato.

Redes sociais:

Instagram @aaline.cabral
Instagram literário @nolivrodizia
Twitter @oialinecabral

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*