Home / Arte / Livros sobre a pandemia de Coronavírus (COVID-19)
Livros juntos reunidos do Grupo Editorial Coerência. Divulgação.
Livros juntos reunidos do Grupo Editorial Coerência. Divulgação.

Livros sobre a pandemia de Coronavírus (COVID-19)

Conheça alguns autores e suas obras inspiradas na pandemia de Coronavírus

Indo na contramão da atual situação do mercado editorial, pesquisas mostram que as vendas de livros físicos e digitais cresceram cerca de 50% desde abril – o que pode dar uma amenizada no cenário – além das leituras, autores renomados e independentes começaram a publicar obras inspiradas na pandemia causada pelo novo Coronavírus (COVID-19), sejam elas de ficção, não ficção, crônicas, enfim, o que não falta para o leitor brasileiro é conteúdo literário para se entreter durante a quarentena.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Abaixo, algumas dicas de obras e autores para você conhecer:

No campo da não-ficção, a cada cinco anos a Agência Central de Inteligência americana, a CIA, libera vários relatórios sobre o que esperar do mundo pelos próximos anos, esses documentos são reunidos em um único livro para alertar a população dos possíveis cenários nos próximos meses, na edição de 2005 foi previsto por eles uma gripe contagiosa iniciada, provavelmente, em países asiáticos ou árabes devido ao grande consumo de animais silvestres. O livro com previsão de lançamento para dezembro de 2020 pelo Grupo Editorial Coerência conta com a introdução do renomado jornalista Heródoto Barbeiro.

Também trabalhando nas possibilidades do futuro, o livro “O mundo pós-pandemia: reflexões sobre uma nova vida”, reúne reflexões de grandes personalidades, como Marcelo Adnet, Pedro Bial e Mary Del Priore, sobre as influências da COVID-19 no mundo.

Já na ficção, autores nacionais se inspiraram no período de isolamento social, é o caso de Maurizio Ruzzi e seu “Quarentena: Contos Isolados”, que mostra através de contos variados como a vida imita a ficção. Até o momento, “Quarentena” é considerada a primeira obra literária inspirada na atual pandemia publicada no Brasil.

A quarentena provocou uma mudança muito brusca nas nossas rotinas e sensações, por isso, é muito comum estarmos nos sentindo como algum dos personagens de “Os Hospedeiros da Morte”, de F.C. Edwin – que não fala sobre gripes, mas sim, sobre infecções contagiosas que causam quarentenas, uma história que parece ter saído dos livros de Stephen King.

Além disso, em momentos de reclusão, cuidar da saúde mental nunca foi tão importante, em “Diário da Quarentena”, de Daniela Goes, vemos o mundo através dos olhos de uma pessoa isolada, como nós.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*