Home / Arte / Casa NFT realiza exposição imersiva na FUNARTE, por Rosângela Vig

Casa NFT realiza exposição imersiva na FUNARTE, por Rosângela Vig

Rosangela_Vig_Perfil_2
Rosângela Vig é Artista Plástica e Professora de História da Arte.

Beco que nasceste à sombra
De paredes conventuais,
És como a vida que é santa
Pesar de todas as quedas.
Por isso te amei constante
E canto para dizer-te
Adeus para nunca mais!
(BANDEIRA, 2008, p.108)

As paisagens urbanas repletas de cinza agigantam-se, avançam a olhos vistos. As construções dentro da grande metrópole elevam-se e arrastam o tempo. O que antes era belo na grande cidade permuta e inova. As paredes deixam parte da história, da intimidade de uma convivência. Jantares animados, reuniões descontraídas, conversas informais e apenas o acordar permanece na forma de história. E tudo o que fica são as memórias que somente as paredes podem contar. E porque não transformar paredes em Arte, levando uma nova interpretação ao que restou de uma história.




Com esse pensamento, surgiu a Exposição Imersiva na Funarte. As obras foram pintadas por 70 artistas nas paredes de uma mansão abandonada no bairro do Morumbi, na cidade de São Paulo. A mansão de 2400 metros foi demolida, mas as obras ficaram para a História da Arte, salvas em 130 arquivos digitais. Artistas, muralistas e grafiteiros aceitaram o desafio proposto pelos empresários Alexandre Travassos e Rodrigo Loli, sócios da Muzer. A construtora Gamboa permitiu que a idéia se concretizasse e, a partir de 12 de agosto as galerias da FUNARTE de São Paulo estarão com a exposição das pinturas.

Os arquivos digitalizados serão exibidos em suas possibilidades de aplicações, com materiais variados em uma sala imersiva de 320 m2, com projeções contrastando com pedaços de demolição.  

A criatividade ficou por conta de cada artista, como é o caso da obra do artista Betto Damasceno. Seu trabalho expressivo transmite a impressão de que pessoas são iguais, quando a máscara encobre suas feições (Fig. 1). A pressa e o urbano estão presentes em sua obra, com palavras aleatórias e personagens de uma grande cidade (Fig. 4).

A proposta principal do evento é abrir um questionamento sobre as novas tecnologias e suas formas de utilização como material artístico. A mostra terá sua abertura no dia 11 às 18 horas e ficará aberta ao público do dia 12 de agosto a 18 de setembro.

Receba Notícias de Exposições e Eventos em geral em nosso grupo de Whatsapp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

Artistas da Casa NFT

Ale Fractal, Amazon, André Mogle, Anna Silveira, Anne Galante, Assis, Barbara Goy, Betto Damasceno, Binho Ribeiro, Cards, Carmão, Ceará, Célio, Chico Fonseca, Clara Leff, Curió, Deksuave, Dino, Dom Graffiti, Dudadir, Ectoplasma, EDMX, Eu te vejo, Evol, Fabiano Apce, Feik Frasao, Feione, Fernando RV, Filite, Gota.a, Hannah Nader, Igana, Ignoto, IMAGE, Jah no Controle, Jimmy, Lady Brown, Lari Umeri, Laura Reis, Leandro Cinico, M.I.A, Mariana Pavanelli, Mazola Marcnou, Mes3, Micha, Mura, Nem Viptk, Obrene, Oxil, Pack Toledo, Paulo Bruno, Pestes VN, Quinho, Racil, Renê Muniz, RHAY, Rodrigo Queiroga, Rotka, SneK, Sol1, Suzue, TEF Cobalt, Teia Urbana, Vinicius Caps, Vinicius Meio, Vismoart, Vitones, William Pimentel, xGuix, Bob Fonseca, Diogo Terra.

Site: casanft.art

Sobre a Funarte

Localizado no bairro de Campos Elíseos, o Complexo Cultural Funarte SP é um espaço aberto ao público, com atividades diversas e programação artística intensa. É também um lugar de memória, que guarda fragmentos da história da educação, cultura e artes de São Paulo.

A exposição acontece nas galerias localizadas nos Galpões Lulu Librandi, parte central do Complexo.

Local: Complexo Cultural Funarte SP – Alameda Nothmann, 1058 – Campos Elíseos

Referências:

  1. BANDEIRA, Manuel. Bandeira de Bolso. Porto Alegre: L&PM Pocket, 2008.
  2. FARTHING, Stephen. Tudo Sobre a Arte. Rio de Janeiro: Sextante, 2011.
  3. KANDINSKY, Wassily. Olhar Sobre o Passado. São Paulo: Ed. Martins Fontes, 1991.
  4. SCHILLER, Friedrich. A Educação Estética do Homem. São Paulo: Ed. Iluminuras, 2002.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*