Home / Arte / Últimos dias de “FLUXO” e “Mulambö – Tudo Nosso” no Museu de Arte Do Rio
Museu de Arte Do Rio. Foto: Thales Leite.

Últimos dias de “FLUXO” e “Mulambö – Tudo Nosso” no Museu de Arte Do Rio

A sala imersiva será fechada ao público neste domingo, 22,
e a individual do artista Mulambö encerra no dia 28

Classificação livre

O Museu de Arte do Rio – MAR, sob a gestão do Instituto Odeon, encerra neste fim de ano as temporadas de sucesso da sala imersiva “FLUXO” e da exposição “Mulambö – Tudo Nosso”, nos dias 22 e 28 de dezembro, respectivamente. No ano em que inaugurou o seu primeiro espaço interativo e abriu uma nova galeria na Biblioteca, o MAR recebeu, até 15 de dezembro, cerca de 637 mil visitantes, 36% a mais do que o total registrado em 2018.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Desenvolvida pela empresa SuperUber, “FLUXO” explora o movimento contínuo, fluido, espontâneo e propõe ao visitante uma experiência sensorial. Ao entrar na sala escura, o público perceberá que suas pegadas criam rastros que o conectam a um núcleo onde imagens e sons inspirados na exuberante natureza do Rio de Janeiro surgem de todos os lados. Constelações, águas, tempestades e traçados ancestrais são projetados em telas que envolvem e transportam os visitantes para um espaço-tempo outro, fora da história, livre de começos-meios-fins.

Inaugurando o espaço expositivo gratuito da Biblioteca e Centro de Documentação do MAR, a primeira exposição individual do carioca Mulambö reúne desenhos e pinturas feitos em diferentes suportes, como papel, papelão, prancha de surfe, bandeira, entre outros, que dialogam com o cotidiano da cidade e suas relações identitárias. Segundo o artista, seu trabalho “nasceu da necessidade de encontrar um lugar. Um lugar onde se anda descalço e uma arte com os pés no chão, porque não tem museu no mundo como a casa da nossa vó. Por isso, falo de gente como eu, usando materiais que encontro nos lugares onde vivo”.

Serviço:
Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18h (entrada no pavilhão de exposições até as 17h).
*Nos dias 24, 25, 31 de dezembro e 1º de janeiro o museu não abrirá ao público.
Ingressos para exposições e FLUXO: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Acesso gratuito nos pilotis e para a exposição Mulambö – Tudo Nosso
Praça Mauá, 5, Centro.
Mais informações pelo telefone (+55 21) 3031-2741 ou pelo site www.museudeartedorio.org.br

.

O Museu de Arte do Rio – MAR

Uma iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o MAR tem atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais. Espaço proativo de apoio à educação e à cultura, o museu já nasceu com uma escola – a Escola do Olhar –, cuja proposta museológica é inovadora: propiciar o desenvolvimento de um programa educativo de referência para ações no Brasil e no exterior, conjugando arte e educação a partir do programa curatorial que norteia a instituição.

O MAR é gerido pelo Instituto Odeon, uma organização social da Cultura. O museu tem o Grupo Globo como mantenedor, a Equinor como patrocinadora master, a Bradesco Seguros como patrocinadora, o BNDES como apoiador financeiro e a Rede D’Or São Luiz como apoiadora de exposições e o Itaú como apoiador por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A Escola do Olhar conta com patrocínio da Prefeitura do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Dataprev, TNA, Grupo In Press e BNY Mellon, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS e do Machado Meyer Advogados via Lei Federal de Incentivo à Cultura. O MAR conta também com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e realização do Ministério da Cidadania e do Governo Federal do Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*